Geral

Ibama MS e PMA reforçam fiscalização contra pesca ilegal na fronteira

Operação conjunta do Ibama/MS com a Polícia Militar Ambiental flagrou pesca ilegal no rio Piqueri, na divisa dos municípios de Sonora e Coxim no pantanal norte do Estado. Foram apreendidos 30 kg de pintado e dourado que estava abaixo da medida regulamentada pela lei da pesca. O pescador foi multado em R$ 6 mil. Um […]

Arquivo Publicado em 02/03/2011, às 19h42

None
1554553390.jpg

Operação conjunta do Ibama/MS com a Polícia Militar Ambiental flagrou pesca ilegal no rio Piqueri, na divisa dos municípios de Sonora e Coxim no pantanal norte do Estado.


Foram apreendidos 30 kg de pintado e dourado que estava abaixo da medida regulamentada pela lei da pesca. O pescador foi multado em R$ 6 mil. Um pouco mais abaixo do mesmo rio a fiscalização apreendeu 70 metros de rede, 4 tarrafas e 135 anzóis de galho. O material estava solto na beira do rio e foi recolhido pela fiscalização.


Já no Rio Paraguai dois pescadores foram multados no Porto da Manga e dois na região de Porto Esperança . As multas somam  R$ 5 mil.  As infrações encontradas pela fiscalização foram por falta de licença e pesca predatória.


Segundo a fiscalização do Ibama, foi observado uma intensa movimentação de barcos e turistas em especial na véspera da reabertura da temporada de pesca na região mas os pescadores não tentaram nada até a data final da piracema, no último dia 28.


A fiscalização vistoriou também um torneio de pesca e solte com o uso de iscas artificiais em Albuquerque, distrito próximo a Corumbá. No torneio nada de irregular foi encontrado.


Mato Grosso do Sul conta com cerca de 5 mil pescadores profissionais artesanais, e a federação dos pescadores estima que cerca de 35 mil turistas devem chegar ao Estado nessa temporada de pesca, que acaba de ser reaberta.

Jornal Midiamax