Geral

Ibama flagra soja transgênica durante fiscalização no Parque Nacional das Emas

A equipe conjunta do Ibama de Mato Grosso do Sul e de Goiás flagrou soja transgênica em fiscalização realizada ao longo de toda a semana no entorno do Parque Nacional das Emas. A propriedade com 276 hectares de soja transgênica fica localizada na zona de amortecimento do parque no município de Costa Rica, na área […]

Arquivo Publicado em 31/01/2011, às 21h18

None

A equipe conjunta do Ibama de Mato Grosso do Sul e de Goiás flagrou soja transgênica em fiscalização realizada ao longo de toda a semana no entorno do Parque Nacional das Emas. A propriedade com 276 hectares de soja transgênica fica localizada na zona de amortecimento do parque no município de Costa Rica, na área sul-mato-grossense. O proprietário foi multado em 226 mil reais.


Outras quatro propriedades foram autuadas e multadas por armazenamento incorreto de embalagens de agrotóxico. Duas fazendas foram notificadas pelas equipes de fiscalização do Ibama. Ao todo foram lavrados cinco autos de infração e duas notificações. As multas totalizaram R$ 261.872,00 reais.


O parque se localiza ao norte de Mato Grosso do Sul, na divisa com Goiás e Mato Grosso. A fiscalização conjunta percorreu uma estrada vicinal que margeia o parque dentro de Goiás, nos municípios de Chapadão do Céu e Mineiros, e nos municípios de Costa Rica e Alcinópolis, no lado sul-mato-grossense.


Foram fiscalizadas 16 propriedades em Mato Grosso do Sul e inúmeras no lado goiano. O cultivo de variedades transgênicas é proibido numa faixa de 100 metros para o milho, 500 metros para a soja e 800 metros para o algodão no entorno de Unidades de Conservação Integral, como é o caso do Parque Nacional das Emas. Esses limites ficam dentro da zona de amortecimento do parque, que nesse caso é de 10 km ao redor da unidade.

Jornal Midiamax