Geral

Homem é morto brutalmente com 19 facadas e dois disparos em Maracaju

Cézar Ribeiro, de 31 anos, foi morto na noite desta quarta-feira (21), alvejado com dois tiros na cabeça sendo um na nuca e outro ao lado direito do nariz e com 19 facadas espalhadas pelo tórax, dorso, braços e cabeça. O crime aconteceu na Rua Independência esquina com a Rua São Benedito na Vila Juquita, […]

Arquivo Publicado em 22/09/2011, às 15h40

None

Cézar Ribeiro, de 31 anos, foi morto na noite desta quarta-feira (21), alvejado com dois tiros na cabeça sendo um na nuca e outro ao lado direito do nariz e com 19 facadas espalhadas pelo tórax, dorso, braços e cabeça. O crime aconteceu na Rua Independência esquina com a Rua São Benedito na Vila Juquita, na cidade de Maracaju.

Moradores informaram a Polícia Militar através do 190, que um homem foi esfaqueado no bairro, uma viatura que estava indo para o local, ao passar pela Rua Major Carlos da Silva, avistaram duas pessoas que estavam de bicicleta. Ao perceberem que era o carro da polícia a dupla empreendeu fuga. Os policiais saíram em perseguição e detiveram os suspeitos.

De acordo com a polícia, ao fazer a revista em L.F.F., de 17 anos, os policiais acharam uma faca de aproximadamente 13 cm toda ensangüentada na cintura do menor. Já com João Rodrigues da Silva, de 27 anos, os policiais encontraram na cintura do rapaz, um revólver de calibre 38 Oxidado de cinco polegadas, municiado com cinco cartuchos, três estavam intactos, dois foram deflagrados e uma câmara estava vazia.

Os dois foram detidos pelos policiais que ainda se dirigiram para o local do crime. Ao chegar os policiais ainda encontraram a vítima com vida, ligaram para uma unidade do Corpo de Bombeiros, que realizou manobras para ressuscitar o homem, mas ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Agentes da Polícia Civil foram chamados até ao local para fazer a perícia, feito isso, autorizaram a remoção do corpo para Instituto Médico Legal da cidade.

Delegacia

Os dois rapazes foram encaminhados para a delegacia da cidade e lá durante o depoimento entraram em contradição. Segundo informações da polícia, o menos assumiu toda a autoria do crime, que teria esfaqueado e atirado na vítima e que João Rodrigues não teria tido participação no crime.

Ainda conforme a polícia, João tem passagem por homicídio ocorrido na Gleba Santa Guilhermina onde teria assassinado um homem e jogado o corpo no interior de um poço.

O menor disse aos policiais que no mesmo dia, à tarde, próximo a Escola Pereira da Rosa na Vila Margarida, a vítima Cézar Ribeiro, teria atentado contra sua vida de posse de uma faca e este seria o motivo da prática do homicídio brutal cometido a noite.

Ambos juntamente com a arma Branca (faca) e a arma de fogo foram presos em flagrante e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil de Maracaju, onde estão à disposição da Justiça.

Jornal Midiamax