Geral

Grade da janela de advogado que cometeu suicídio estava violada

Grade de proteção está violada e janela está localizada na direção onde o corpo de Newton foi encontrado

Arquivo Publicado em 16/10/2011, às 14h05

None
1914427783.jpg

Grade de proteção está violada e janela está localizada na direção onde o corpo de Newton foi encontrado

A grade de proteção da janela do advogado da União Newton Antônio Bueno Nemir, que cometeu suicídio na noite deste sábado (15), está violada. A janela está localizada na direção onde o corpo de Newton foi encontrado, próximo à portaria do prédio.


O advogado tinha 44 anos e se jogou do 5º andar do edifício San Marco, onde morava, localizado na Rua Amazonas, em Campo Grande. Ao ser questionado sobre o caso, o porteiro do prédio, que não se identificou, disse estar abalado com a morte do condômino e não quis falar mais sobre o ocorrido.


Segundo a assessoria de imprensa da Polícia Civil, a perícia tem 30 dias para concluir a investigação do caso.


Newton Antônio Bueno Nemir foi preso em 2010 acusado de tentar agarrar e beijar vendedoras de lojas do centro da capital e do Shopping Campo Grande. De acordo com apuração do Midiamax, na época o advogado passava por tratamento psiquiátrico e estaria afastado do Núcleo de Assessoramento Jurídico, um braço da Advocacia-Geral da União.


Jornal Midiamax