Geral

Governo publicou hoje nomeação de Youssif para ”assessoramento superior”

Ex-deputado ainda aguarda decisão sobre a "disputa" entre ele e Rinaldo Modesto (PSDB) pela vaga de Carlos Marun (PMDB) na Assembleia Legislativa, caso este confirme o licenciamento do cargo para retomar a Secretaria Estadual de Habitação e das Cidades

Arquivo Publicado em 01/02/2011, às 11h18

None

Ex-deputado ainda aguarda decisão sobre a “disputa” entre ele e Rinaldo Modesto (PSDB) pela vaga de Carlos Marun (PMDB) na Assembleia Legislativa, caso este confirme o licenciamento do cargo para retomar a Secretaria Estadual de Habitação e das Cidades

O ex-deputado estadual Youssif Domingos (PMDB), que ainda pleiteia uma vaga na Assembleia, foi nomeado nesta terça-feira (1º) para “assessoramento superior” na Governadoria do Estado. A nomeação para o cargo no nível DGA-ESP foi publicada no Diário Oficial do Estado de Mato Grosso do Sul.


Youssif ainda aguarda decisão sobre a “disputa” entre ele e Rinaldo Modesto (PSDB) pela vaga de Carlos Marun (PMDB) na Assembleia Legislativa, caso este confirme o licenciamento do cargo para retomar a Secretaria Estadual de Habitação e das Cidades.


A briga parte da indecisão dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), que ainda discutem se quem deve assumir a vaga é o suplente de partido ou de coligação. Mas depende também do rumo político que Marun tomará neste primeiro ano do segundo mandato como deputado.


A esperança dos suplentes de partido, caso de Youssif, está alicerçada em decisão dos ministros do Supremo no caso do deputado Natan Donadon (PMDB-RO), que renunciou ao cargo. Por 5 votos a 3, a Corte definiu que a vaga deveria pertencer a Raquel Duarte Carvalho (PMDB-RO), primeira suplente do partido, e não a Agnaldo Muniz (PMDB-RO), quem deveria ter tomado posse pelo critério da coligação.


Youssif garantiu, no domingo, ter o apoio do diretório estadual do PMDB para requerer a vaga na Assembleia Legislativa, e citou que a justiça estadual no Piauí e em Minas Gerais já concedeu liminares a suplentes – evitando que a guerra jurídica se estendesse ao Supremo.


Em outubro passado Youssif conquistou 20.804 votos, mas este ano não ficará afastado da política enquanto Marun e a Mesa Diretora da Assembleia não decidem seus destinos. Ele recebeu do governador André Puccinelli a incumbência de ser o interlocutor entre o executivo e o legislativo

Jornal Midiamax