Geral

Goiás quer usar experiência da Cassems como modelo de assistência

Uma comissão formada por quatro deputados estaduais e a presidente do Sindsaúde-GO (Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde do Estado de Goiás) está em Campo Grande para conhecer mais de perto o modelo de autogestão que é referência nacional. O idealizador da iniciativa, deputado estadual Mauro Rubem (PT/GO), afirma que há treze anos […]

Arquivo Publicado em 26/09/2011, às 20h15

None

Uma comissão formada por quatro deputados estaduais e a presidente do Sindsaúde-GO (Sindicato dos Trabalhadores do Sistema Único de Saúde do Estado de Goiás) está em Campo Grande para conhecer mais de perto o modelo de autogestão que é referência nacional.


O idealizador da iniciativa, deputado estadual Mauro Rubem (PT/GO), afirma que há treze anos vem tentando implantar a autogestão em Goiás tendo a Cassems como exemplo. “Há algum tempo nós estamos preparando o terreno para ter a autogestão em Goiás e o modelo a ser seguido é o da Cassems, devido à rede própria de hospitais, que cuida da saúde não só dos seus beneficiários, mas também da população do Estado como um todo”, explica.


Ricardo Ayache, presidente da Cassems, fala sobre a experiência de administrar uma empresa que há dez anos é gerida por seus usuários. Os programas de prevenção e a rede própria de hospitais permitem, não só um atendimento de qualidade, mas também uma forma moderna de promover a saúde. Ao construir hospitais em cidades do interior do estado, a Cassems desafoga o fluxo na capital, favorecendo diretamente os beneficiários dessas localidades. “Esses aspectos, além de gerar economia, criam, principalmente, garantia de atendimento e mais qualidade de vida para os usuários”, afirma.


Para a presidente do Sindsaúde-GO, Maria de Fátima Veloso, o Ipasgo (Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores do Estado de Goiás) apresenta os mesmos problemas do extinto Previsul ( Instituto de Previdência Social de Mato Grosso do Sul). “Estamos sofrendo com o Ipasgo, os mesmos problemas que os servidores estaduais de Mato Grosso do Sul sofreram na época do Previsul, estamos tendo muitas dificuldades, então, queremos ter o nosso plano também no modelo de autogestão”.


Também participam do encontro o deputado estadual Lauro Davi (PSB/MS), o deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT/MS), a presidente do Conselho Fiscal, Maria das Graças Freitas, e membros do Conselho de Administração e Fiscal e da Diretoria da Cassems.


Jornal Midiamax