Geral

Gêmeos abandonados em Campo Grande continuam com estado de saúde debilitado

Os gêmeos foram abandonados no começo do mês e encaminhados pelo Conselho Tutelar a um abrigo. Um deles continua internado com pneumonia e o outro ainda inspira cuidados. Eles nasceram prematuros.

Arquivo Publicado em 26/12/2011, às 11h58

None
1836727314.jpg

Os gêmeos foram abandonados no começo do mês e encaminhados pelo Conselho Tutelar a um abrigo. Um deles continua internado com pneumonia e o outro ainda inspira cuidados. Eles nasceram prematuros.

Os gêmeos prematuros abandonados no começo de dezembro no Hospital Universitário passaram o Natal com o estado de saúde debilitado. O que ficou no abrigo está tomando antibiótico e, de acordo com informações da presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente da OAB/MS, Maria Claudeth Cardoso Leal, talvez ele ainda precise ser internado. Já o bebê que está na Santa Casa com pneumonia continua internado e sem previsão para receber alta.


Maria Claudeth afirma que ainda durante a manhã irá com um médico para ver se o quadro deles progrediu. E na parte da tarde tentará levantar o motivo de o HU ter dado alta aos gêmeos no período em que eles deveriam ficar na incubadora e a razão de o Conselho Tutelar tê-los retirado de lá. Segundo ela, a previsão de nascimento dos bebês era para novembro, portanto, eles nasceram de sete meses.


Os gêmeos foram abandonados pela mãe no dia 2 de dezembro e encaminhados pelo Conselho Tutelar ao abrigo Vovó Tulia no dia 19 deste mês. Com o estado de saúde bem comprometido, a dificuldade do abrigo e da advogada que está cuidando do caso é em manter um atendimento médico adequado aos recém nascidos.

Jornal Midiamax