Ações sociais desenvolvidas nas áreas de atuação de Furnas Centrais Elétricas poderão ser inscritas até o próximo dia 31 no Programa Eletrobras Furnas Social, cujo objetivo é atender as comunidades menos favorecidas, localizadas no entorno dos empreendimentos da empresa.

O prazo de inscrições, que se encerraria no dia 15 deste mês, foi prorrogado para permitir que mais projetos possam concorrer ao apoio financeiro da estatal que, nesta edição do programa, chega a R$ 5 milhões em investimentos na área social.

A informação é da assistente da Coordenação de Responsabilidade Social de Furnas, Lila Leuzinger. “A ideia é, pelo menos a cada dois anos, a gente conseguir fazer o projeto”, disse. “As comunidades do entorno da empresa se mobilizam e a gente tem conseguido favorecer milhares de pessoas por causa disso”.

Segundo Lila, os projetos podem envolver a realização de reformas e a construção de creches, asilos, postos de saúde, hospitais, associações beneficentes e de atendimento a pessoas com necessidades especiais.

“Podem ser pequenas reformas ou reformas maiores, porque os valores [do apoio] podem ir de R$ 15 mil até R$ 1 milhão. A gente tem faixas de preços e, para cada faixa, está direcionando R$ 1 milhão. No total, são R$ 5 milhões. Então, pode ser reforma, aquisição de equipamentos, compra de veículos, de computadores, por exemplo.”

O programa abrange dez estados (Espírito Santo, Rio de Janeiro, Goiás, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraná, Rondônia, São Paulo, Tocantins, Santa Catarina), além do Distrito Federal.

Lila Leuzinger ressaltou ainda que, indiretamente, o programa pode gerar emprego e renda nas áreas de influência de Furnas. A expectativa é que a divulgação dos vencedores ocorra até o início de novembro. “A ideia é que a gente já consiga desembolsar alguma coisa ainda este ano”, disse ela.