Geral

Fla e Ronaldinho chegam a Macaé sob forte esquema de segurança

Os últimos dias da pré-temporada em Londrina, em meados de janeiro, serviram de ensaio para que o Flamengo se acostumasse com uma nova rotina. Na ocasião, a chegada de Ronaldinho Gaúcho ao interior paranaense atraiu centenas de torcedores à porta do hotel que serviu de concentração para os jogadores. Diariamente, foi preciso montar um esquema […]

Arquivo Publicado em 05/02/2011, às 20h50

None

Os últimos dias da pré-temporada em Londrina, em meados de janeiro, serviram de ensaio para que o Flamengo se acostumasse com uma nova rotina. Na ocasião, a chegada de Ronaldinho Gaúcho ao interior paranaense atraiu centenas de torcedores à porta do hotel que serviu de concentração para os jogadores. Diariamente, foi preciso montar um esquema especial para a entrada e a saída do camisa 10.


Na tarde deste sábado, o craque fez a primeira a viagem com a delegação após sua estreia, na quarta-feira passada, contra o Nova Iguaçu. Até então, só havia voltado de Londrina. A chegada dos atletas a Macaé, no Norte Fluminense, teve segurança reforçada. Oito profissionais do clube viajaram (três deles chegaram antes à cidade). O avião fretado pousou no aeroporto às 15h30m (de Brasília). Os jogadores não passaram pelo saguão. Um ônibus esperava o grupo na pista para a saída por um portão lateral. Poucos rubro-negros foram ao local. Entretanto, tão logo a notícia sobre a chegada da equipe se espalhou, curiosos correram para vê-la.


Um animado Ronaldinho batucava no fundo do veículo. De óculos escuros e sua inseparável boina, acenou e sorriu para os fãs. Conduzido por batedores, uma viatura da polícia militar e dois carros da prefeitura, o veículo partiu para o hotel, na Praia dos Cavaleiros. Ao longo do percurso, que durou cerca de 30 minutos, passou pelo estádio Cláudio Moacyr, local da partida contra o Boavista, neste domingo, às 17h (de Brasília), pela sexta rodada do Grupo A da Taça Guanabara. Perto do Moacyrzão, ambulantes vendiam bandeiras e camisas do Flamengo.


Em carros e motos, alguns torcedores acompanharam o ônibus até a concentração. Cerca de 15 pessoas esperavam pelo time. De forma tranquila, jogadores e membros da comissão técnica desceram do ônibus. Ronaldinho foi o último e, como sempre, causou alvoroço. Funcionários e hóspedes aproveitaram para conseguir fotos e autógrafos. Uma torcedora se aproximou e pediu a Ronaldinho que posasse ao lado dela. O craque respondeu de forma positiva, mas a ordem da segurança era para que ele não parasse no saguão.


O técnico Vanderlei Luxemburgo relacionou 20 jogadores para a partida. O atacante Wanderley sente dores no joelho direito e foi poupado. O meia Darío Bottinelli, com uma torção no tornozelo direito, também não viajou. A novidade entre os relacionados é o atacante Negueba, campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano.


O Flamengo é o líder da sua chave, com 15 pontos. Em cinco partidas, foram cinco vitórias. Um empate com o Boavista assegura a classificação para as semifinais.

Jornal Midiamax