Apesar de insatisfeito com o empate por 1 a 1 do Palmeiras com o Bahia, nesta quinta-feira (18), no Canindé, o técnico Luiz Felipe Scolari saiu em defesa de seus jogadores, que saíram de campo vaiados pelos torcedores, aos gritos de “time sem-vergonha”.

Felipão acha que o time até jogou bem, embora tenha desperdiçado várias chances de gol – o que foi visto de forma positiva pelo técnico.

– A torcida não está satisfeita, mas nós também não. Eles têm o direito de opinar e dizer que está errado, mas o torcedor do Palmeiras não pode ter saído chateado com o que viu em campo, porque, nos últimos três minutos, tivemos três chances e não fizemos gol. Não cobrem mais do que esses jogadores estão fazendo, porque criaram oportunidades. Se fosse uma partida de porcaria, eu diria, mas não foi.

O goleiro Marcos disse entender a frustração dos torcedores após a quinta partida seguida sem vitória, e preferiu não rebater as críticas.

– O torcedor sai de casa para ver o time ganhar, mas nós empatamos. Em um momento como esse, a melhor coisa é ficar quieto.

O atacante Kleber também viu como normais as críticas dos torcedores.

– Quando o resultado não vem, é normal ter isso.

O empate deixou o Palmeiras em sexto lugar no Brasileiro, com 28 pontos, nove a menos que o líder Corinthians. No domingo (21), o time joga no Morumbi contra o São Paulo, pela 18ª rodada do campeonato.