Geral

Famasul apresenta projeto de indicadores na Semac

A Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) apresentam na manhã de hoje (20) na Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semac) o projeto de construção de um sistema de indicadores exclusivo para o Estado, a Matriz de Insumo Produto (MIP). A reunião também tem […]

Arquivo Publicado em 20/12/2011, às 12h57

None

A Federação de Agricultura e Pecuária de MS (Famasul) e a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) apresentam na manhã de hoje (20) na Secretaria Estadual de Meio Ambiente (Semac) o projeto de construção de um sistema de indicadores exclusivo para o Estado, a Matriz de Insumo Produto (MIP).


A reunião também tem como objetivo de dar início ao levantamento de dados para o projeto.


Com a metodologia da MIP, será possível avaliar informações estratégicas de cada setor no desenvolvimento do Estado, antecipar cenários e auxiliar na construção de políticas públicas. São 78 setores e 110 produtos avaliados.


“É uma metodologia mundial, já utilizada em outros estados, e que vai contribuir para que todos os setores produtivos possam ser analisados de forma isolada, com dados separados por produtos, e de forma interligada, analisando a relação entre produção, indústria, comércio e exportação”, explica a professora do Departamento de Economia e Administração da UFMS, Mayra Fagundes, que realiza pesquisa sobre a aplicação da MIP em MS.


A Famasul busca parceria com governo e entidades para levantar dados para o projeto que tem previsão de ser concluído até dezembro de 2012.


Informações como preços de insumos, taxas de cambio, impostos, valor de mão de obra, valor bruto de produção, entre outros, serão analisados e, através de projeções, a MIP poderá indicar políticas publicas mais assertivas para cada setor produtivo.

Jornal Midiamax