Geral

Fabio Trad destaca grandiosidade do projeto Imbirussu-Serradinho

O deputado federal Fabio Trad (PMDB – MS) participou ontem, ao lado do prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, da solenidade de entrega da obra do Parque Linear Imbirussu. A obra marca a conclusão de grandes e profundas intervenções sociais, urbanísticas e ambientais em uma das áreas mais populosas de Campo Grande, que exigiram […]

Arquivo Publicado em 17/11/2011, às 01h27

None

O deputado federal Fabio Trad (PMDB – MS) participou ontem, ao lado do prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho, da solenidade de entrega da obra do Parque Linear Imbirussu. A obra marca a conclusão de grandes e profundas intervenções sociais, urbanísticas e ambientais em uma das áreas mais populosas de Campo Grande, que exigiram o maior investimento das duas gestões de Nelsinho, de mais de R$ 120 milhões.


Foram quase sete anos de trabalhos, desde a construção de casas para retirada de famílias de áreas insalubres, instalação de equipamentos públicos como escolas e unidades de saúde, obras de infraestrutura como asfalto e saneamento básico e recuperação de áreas degradadas. A coordenação ficou a cargo da Unidade de Programas e Projetos Especiais da prefeitura.


“Esta obra é grande e grandiosa. Retrata o compromisso do prefeito Nelsinho com o desenvolvimento da cidade. A Prefeitura Municipal de Campo Grande realiza o futuro”, afirmou o deputado durante o evento.


O Projeto Imbirussu compreende um conjunto de obras e ações destinadas à recuperação e revitalização da infraestrutura urbana e ambiental, por meio da construção de unidades habitacionais, de equipamentos comunitários, da implantação de parque linear, da melhoria do sistema viário, da recuperação do ecossistema e da implantação de áreas de lazer para a população. O projeto foi concebido como um programa de ações integradas visando enfrentar os principais obstáculos ao pleno desenvolvimento das funções urbanas no Município, que afetam a um só tempo a economia local e a qualidade de vida dos moradores.


O desenvolvimento de um programa tão abrangente com a execução de projetos em diferentes áreas demandou várias fontes de financiamento: a Prefeitura de Campo Grande; o Fundo Financeiro para o Desenvolvimento da Bacia do Prata (Fonplata), o Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), a concessionária dos serviços de água e esgoto, Águas Guariroba. O município também conseguiu recursos de R$ 2,5 milhões do Programa Nacional de Iluminação Pública Eficiente (Reluz).

Jornal Midiamax