Geral

Espanha sofre para empatar amistoso com Costa Rica

Atual campeã do mundo, a Espanha ficou perto da sua segunda derrota consecutiva nesta terça-feira. Com uma atuação apática, ia perdendo para a Costa Rica por 2 a 0 até os 37 minutos do segundo tempo. Mas David Villa e David Silva levaram a seleção espanhola ao empate em 2 a 2 com dois gols […]

Arquivo Publicado em 15/11/2011, às 23h57

None

Atual campeã do mundo, a Espanha ficou perto da sua segunda derrota consecutiva nesta terça-feira. Com uma atuação apática, ia perdendo para a Costa Rica por 2 a 0 até os 37 minutos do segundo tempo. Mas David Villa e David Silva levaram a seleção espanhola ao empate em 2 a 2 com dois gols no fim do amistoso jogado em San José, capital costa-riquenha. O jogo fez de Casillas o atleta a mais vezes entrar em campo com a Espanha: são 127 partidas agora.

Na sexta-feira, a Espanha havia perdido da Inglaterra, por 1 a 0, em Wembley, e confirmado sua sina de não vencer times de primeiro nível desde que ganhou a Copa do Mundo. Depois do título na África do Sul, perdeu para Argentina, Portugal, Itália e Inglaterra. Seu consolo era a campanha 100% nas Eliminatórias da Eurocopa e as vitórias sobre seleções de menor expressão nas Américas. Mas nem disso mais pode se gabar.

Em San José, o técnico Vicente Del Bosque mandou a campo uma equipe muito semelhante àquela que triunfou na Copa. O destaque era Iker Casillas, que batia o recorde anteriormente pertencente a Zubizarretta, que fez 126 partidas com a camisa da Espanha. Mas o goleiro decepcionou. Foi toda dele a culpa pelo primeiro gol da Costa Rica. O jogador do Real Madrid tentou controlar uma bola na área, mas errou o domínio com o pé e deu ela de presente para Branes marcar, aos 31 minutos.

No segundo gol, aos 41, Campbell recebeu passe no meio da área e bateu rente à trave direita de Casillas, que desta vez nada pôde fazer.

No segundo tempo, conforme já era previsto, Casillas deu lugar a Valdés. Xabi Alonso, Xabi e Mata também saíram no intervalo. Mas a Espanha só conseguiu fazer seu primeiro gol aos 37, quando David Silva, que havia substituído Fabregas, recebeu passe de Iniesta e marcou.

Já nos acréscimos, David Villa completou de cabeça um cruzamento perfeito de Cazorla e deixou tudo igual em San José.

Jornal Midiamax