Geral

Egito: internet é interrompida após ameaça de novos protestos

A internet foi interrompida no Egito horas antes de grupos opositores ameaçarem organizar manifestações “de ira” em várias cidades nesta sexta-feira, como parte da onda de protestos contra o poder que deixaram sete mortos, cinco manifestantes e dois policiais, além de dezenas de feridos. O bloqueio ocorre pouco tempo depois de o ministério egípcio do […]

Arquivo Publicado em 28/01/2011, às 01h33

None

A internet foi interrompida no Egito horas antes de grupos opositores ameaçarem organizar manifestações “de ira” em várias cidades nesta sexta-feira, como parte da onda de protestos contra o poder que deixaram sete mortos, cinco manifestantes e dois policiais, além de dezenas de feridos. O bloqueio ocorre pouco tempo depois de o ministério egípcio do Interior advertir que tomaria “medidas decisivas” contra os manifestantes que planejam novos protestos contra o presidente Hosni Mubarak.


Nesta quinta-feira, alguns usuários disseram que não conseguiam acessar a web, enquanto outros informaram que o serviço estava lento e intermitente na capital egípcia. As mensagens de texto de celulares também não puderam ser utilizadas.


Os serviços de telefonia móvel ficaram indisponíveis na terça-feira em uma área do Cairo onde a maioria dos manifestantes estava concentrada. O Twitter informou no mesmo dia que seus serviços foram bloqueados.

Jornal Midiamax