Geral

Duas horas após execução, irmão de vítima registra ameaça na PM

Cerca de duas horas após a execução do pedreiro Silvio Cesar Rosa Gama, seu irmão acionou a Polícia Militar. O homem de 31 anos, que não teve o nome revelado, se sentiu ameaçado com a presença de dois indivíduos na porta de sua casa, localizada na rua Dersul, no bairro Senhor Divino, em Coxim. Por […]

Arquivo Publicado em 17/03/2011, às 18h17

None

Cerca de duas horas após a execução do pedreiro Silvio Cesar Rosa Gama, seu irmão acionou a Polícia Militar. O homem de 31 anos, que não teve o nome revelado, se sentiu ameaçado com a presença de dois indivíduos na porta de sua casa, localizada na rua Dersul, no bairro Senhor Divino, em Coxim.


Por volta das 22 horas desta quarta-feira (16), os dois indivíduos pararam em frente da casa como se estivessem procurando por alguém. Em seguida perguntaram pela esposa da vítima, informando serem primos da mesma. Desconfiado, a vítima acionou a Polícia Militar.


O pedreiro foi executado a tiros na noite desta quarta-feira no bar Esquina Livre, localizado na rua Bela Dona, na Vila Bela, em Coxim.

Jornal Midiamax