Número 1 do mundo e com apenas uma derrota na temporada, Novak Djokovic atropelou o francês Gael Monfils nas quartas de final do Masters 1.000 de Montreal, no Canadá. Nesta sexta-feira, o sérvio venceu o sétimo jogo do confronto contra o rival (sétimo do ranking), que só conseguiu confirmar três saques. Com o placar de 6/2 e 6/1, em 1h13m, ele avançou às semifinais.

Campeão do evento canadense em 2007 e semifinalista no ano passado, Djokovic acumula impressionantes 51 vitórias em 52 jogos na temporada. Seu próximo adversário em Montreal será o francês Jo-Wilfried Tsonga (16º), que eliminou Roger Federer na quinta e superou o espanhol Nicolás Almagro (10º) por 2 sets a 0 (6/4 e 6/4) nesta sexta. O confronto marca a reedição da semifinal de Wimbledon deste ano, quando o sérvio arrasou o rival.

O número 1 do mundo sobrou em todo o jogo e passou sem problemas por Monfils. O francês teve seu saque quebrado por duas vezes durante o primeiro set. Djokovic só foi ameaçado no primeiro game, quando precisou salvar um break point do francês. Concentrado, o sérvio então assumiu as rédeas do jogo com algumas bolas vencedoras e fechou a parcial em rápidos 6/2.

O segundo set foi ainda mais fácil para Djokovic. Com Monfils aparentando estar fora do jogo, o sérvio não teve problemas para abrir 5/0. O francês ainda conseguiu confirmar seu saque para ganhar o game de honra na parcial, para o delírio da torcida presente à quadra central do Uniprix Stadium. Mas o número 1 confirmou o serviço de novo, fechou o set em 6/1 e encerrou o jogo.