Geral

Dezenas de milhares se reúnem no maior protesto contra Mubarak

Dezenas de milhares de oposicionistas egípcios estão se reunindo em grandes protestos nesta terça-feira nas duas maiores cidades do país, pedindo a saída do presidente Hosni Mubarak.Correspondentes da BBC relatam que dezenas de milhares de pessoas de distintas religiões e classes sociais estão se unindo aos manifestantes, formando o que é certamente o maior entre […]

Arquivo Publicado em 01/02/2011, às 14h53

None

Dezenas de milhares de oposicionistas egípcios estão se reunindo em grandes protestos nesta terça-feira nas duas maiores cidades do país, pedindo a saída do presidente Hosni Mubarak.
Correspondentes da BBC relatam que dezenas de milhares de pessoas de distintas religiões e classes sociais estão se unindo aos manifestantes, formando o que é certamente o maior entre os recentes protestos contra governo. A oposição esperava reunir um milhão de pessoas nas marchas, mas o número é impossível de ser confirmado.


Os ativistas estão se concentrando principalmente na capital do Egito, Cairo, e na segunda maior cidade do país, Alexandria.


Até o momento, a atmosfera é festiva. Os manifestantes, que também convocaram uma greve geral por tempo indeterminado, acreditam que o anúncio feito pelas Forças Armadas de que o Exército não usaria força contra os integrantes dos protestos deve incentivar a população a participar dos eventos.


No que foi visto como uma concessão do governo aos manifestantes, a TV egípcia veiculou um aviso dos militares que alerta contra “qualquer ato que desestabilize a segurança do país”, mas também afirma que os militares “não estão (usando) e não vão usar força contra o público”, acrescentando que as demandas da população são legítimas.

Jornal Midiamax