Geral

Detentas de Três Lagoas terão qualificação em costura industrial

Um termo de parceria assinado entre a o Senai, a Federação das Indústrias (Fiems) e a prefeitura de Três Lagoas vai garantir qualificação de 20 internas do Presídio Feminino em costura industrial. A partir da unidade penitenciária, elas formarão uma célula de produção de fronhas e toalhas de mesa para atender a demanda da empresa […]

Arquivo Publicado em 28/02/2011, às 16h53

None

Um termo de parceria assinado entre a o Senai, a Federação das Indústrias (Fiems) e a prefeitura de Três Lagoas vai garantir qualificação de 20 internas do Presídio Feminino em costura industrial. A partir da unidade penitenciária, elas formarão uma célula de produção de fronhas e toalhas de mesa para atender a demanda da empresa Sultan Indústria e Comércio de Artefatos Têxteis.


“A situação torna-se ainda mais difícil quando os alunos se encontram isolados do convívio social devido ao cumprimento de pena”, analisou o diretor-regional do Senai, Jaime Verruck, que participou da assinatura da parceria nesta segunda-feira (28).


Para a prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura, essa parceria com o Senai vai facilitar a inserção das detentas no mercado de trabalho após o cumprimento da pena.


O Senai vai disponibilizar instrutor e supervisor do curso, realização e controle das matrículas das internas, apostilas e divulgação e captação das alunas, enquanto a Prefeitura de Três Lagoas ficará responsável pela logística de apoio e transportes de produtos diversos.


Já o Estabelecimento Penal Feminino de Três Lagoas oferecerá um local adequado para realização do curso, custeio direto das despesas de água e energia elétrica e limpeza e conservação do local do curso, cabendo à Sultan o fornecimento e instalação de máquinas e equipamentos em quantidade necessária para a realização do curso, todos os materiais de consumo a serem utilizados e manter as máquinas em condições de funcionamento.

Jornal Midiamax