Geral

Crédito às empresas volta a crescer ainda no primeiro semestre de 2012, segundo Serasa

Crédito ao consumidor continuará crescendo em ritmo mais lento

Arquivo Publicado em 01/12/2011, às 11h21

None

Crédito ao consumidor continuará crescendo em ritmo mais lento

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito às Empresas ficou estável em outubro de 2011, após uma sequência de dez quedas mensais consecutivas, atingindo o valor de 99,1. Como pela sua metodologia de construção, o indicador tem a propriedade de antever os movimentos cíclicos da concessão de crédito com seis meses de antecedência, o fato de o indicador ter se estabilizado, após uma longa sequência de recuos mensais ininterruptos, sinaliza que o ritmo de concessões de crédito às empresas poderá voltar a se acelerar a partir dos meses finais da primeira metade do ano que vem.

O alívio das condições monetárias (reduções da taxa Selic e reversão parcial das medidas macroprudenciais) deverá contribuir para a retomada de uma trajetória de crescimento mais acelerado da economia brasileira em 2012, comparativamente ao momento atual, favorecendo a busca por crédito por parte as empresas, salientam os economistas da Serasa Experian.


Consumidor


O Indicador Serasa Experian de Perspectiva do Crédito ao Consumidor recuou 0,2% em setembro, atingindo o patamar de 100,8. É o segundo recuo mensal consecutivo do indicador. Apesar destas últimas quedas, o indicador ainda prevalece acima do nível 100, o que mostra que as concessões de crédito aos consumidores deverão continuar evoluindo, porém em ritmo um pouco mais lento.


As perspectivas de normalização, a partir do final deste ano, das altas dos níveis de inadimplemento das pessoas físicas, a atual trajetória de redução da taxa Selic e o aumento do salário-mínimo de quase 14% previsto para o próximo ano contribuirão para manter ainda em rota de crescimento, embora mais moderado, o ritmo das concessões de crédito aos consumidores, observam os economistas da Serasa Experian.

Jornal Midiamax