Geral

Corumbaense joga bem, bate o Naviraiense e é aplaudido pela torcida

A noite de sábado (30) foi de festa no estádio Arthur Marinho. Depois de 7 jogos, o Corumbaense voltou a vencer uma partida pelo Campeonato Estadual 2011. Melhor do que a vitória de 2 a 0 sobre o Naviraiense, foi o futebol apresentado pelos jogadores do Carijó da Avenida. Com muita vontade, garra, qualidade e […]

Arquivo Publicado em 01/05/2011, às 23h10

None

A noite de sábado (30) foi de festa no estádio Arthur Marinho. Depois de 7 jogos, o Corumbaense voltou a vencer uma partida pelo Campeonato Estadual 2011. Melhor do que a vitória de 2 a 0 sobre o Naviraiense, foi o futebol apresentado pelos jogadores do Carijó da Avenida. Com muita vontade, garra, qualidade e rapidez, os jogadores do alvinegro pantaneiro pressionaram o adversário desde os minutos iniciais.


Robinho e Adrianinho, que jogou no lugar de Erik, contundido, criaram boas chances de gol. A velocidade de Buiú e a presença de área de Robson, um dos estreantes da noite, também deram trabalho à defesa do Jacaré do Cone Sul. O time visitante, álias, passou praticamente o primeiro tempo inteiro com todos seus jogadores no campo de defesa. Nos contra-ataques, eles até chegaram perto da meta do goleiro Aylton, mas sem grandes sustos.


A defesa, um dos pontos fortes do Corumbaense até aqui, cometeu algumas pequenas falhas que facilitavam a descida do adversário. O primeiro gol do jogo saiu aos 43 minutos da etapa inicial. Robson invadiu a área e foi derrubado pelo marcador. Robinho bateu muito bem e deixou os donos da casa em vantagem.


Com a torcida a seu favor, o time voltou para o segundo tempo com o mesmo espírito. A diferença foi a postura do adversário. Em desvantagem no marcador, o Naviraiense saiu mais para o ataque e deixou espaço para o contra-ataque. E foi exatamente desta forma que o Carijó ampliou. Aos 35 minutos, Niel, que havia entrado no lugar de Adrianinho no começo do segundo tempo, deixou o seu.


O time visitante ainda pressionou o alvinegro, mas parou nas defesas seguras de Aylton. Com muito espaço no ataque, o Corumbaense ainda criou várias outras chances de ampliar, mas não conseguiu fazer mais gols. Após o apito final, os jogadores foram aplaudidos em pé pela torcida, que voltou a soltar o grito de “Sou corumbaense, com muito orgulho, com muito amor” no Arthur Marinho.


Seiscentos e noventa e seus torcedores pagaram ingresso para ver a partida. A renda foi de R$ 5.110. Agora o time comandado pelo técnico Osvaldo Júnior vai até Ivinhema, sábado, dia 07 de maio, em mais um jogo de tudo ou nada para a clube da avenida General Rondon.

Jornal Midiamax