Geral

‘Corintiano’ Kleber quer jogar no Timão, afirma dirigente alvinegro

Em litígio com o Palmeiras, Kleber foi a Porto Alegre na terça-feira ouvir uma proposta do Grêmio e pediu 48 horas para dar uma resposta. Interessado na contratação do atacante, o Corinthians espera por um “não” do jogador ao clube gaúcho. Se isso acontecer, a diretoria alvinegra confia que pode ter o reforço para a […]

Arquivo Publicado em 10/11/2011, às 22h28

None

Em litígio com o Palmeiras, Kleber foi a Porto Alegre na terça-feira ouvir uma proposta do Grêmio e pediu 48 horas para dar uma resposta. Interessado na contratação do atacante, o Corinthians espera por um “não” do jogador ao clube gaúcho. Se isso acontecer, a diretoria alvinegra confia que pode ter o reforço para a próxima temporada.


Nesta quinta-feira, no CT Joaquim Grava, o diretor adjunto de futebol do Timão, Duílio Monteiro Alves, falou abertamente sobre as intenções do clube do Parque São Jorge. Afirmou ainda não estar na briga, mas deixou claro que ouviu do empresário de Kleber, Giuseppe Dioguardi, que o atacante tem vontade de defender o clube. O agente, porém, nega ter falado com o dirigente corintiano.


– Nós ainda não entramos em negociação. Estamos esperando a decisão dele em relação à proposta do Grêmio. Se não der certo lá, o Kleber interessa ao Corinthians. Já conversamos com o empresário dele e ouvimos que ele tem vontade de jogar aqui. Mas temos de esperar. Não vamos entrar em leilão – disse Duílio.


– Não estou sabendo de nada. Estamos negociando diretamente com o Grêmio. Se chegou algo do Corinthians, pode ter sido diretamente para o Palmeiras, não para mim – rebateu Dioguardi.


Raízes alvinegras


O diretor do Corinthians ainda lembrou as origens corintianas de Kleber. Em agosto deste ano, perto do clássico entre Timão e Palmeiras, pelo primeiro turno do Campeonato Brasileiro, vazou na internet a ficha de inscrição do atacante na principal organizada do clube, a Gaviões da Fiel.


– Como já foi colocado na imprensa e nós sabemos, o Kleber é corintiano. E isso nos agrada. Além de todo bom jogador interessar ao Corinthians, esse é um fato que nos motiva – acrescentou o dirigente do Timão.


À época dessa polêmica, Kleber desembarcou em Presidente Prudente, palco do clássico no primeiro turno, sobre os gritos de “El, el, el, Kleber é da Fiel”. Há algumas rodadas, o atacante não vive um bom momento no Palmeiras. Em crise com o técnico Felipão e com a diretoria, o jogador negocia sua saída.


Se confirmada a reviravolta no caso Kleber, será o segundo grande “chapéu” tomado pelo Grêmio na temporada. O primeiro foi do Flamengo, que levou Ronaldinho Gaúcho no começo do ano.


O vice-presidente de futebol do Palmeiras, Roberto Frizzo, que já havia deixado em aberto na quarta-feira a possibilidade de Kleber acabar no Corinthians, disse nesta quinta que “não há novidade” sobre o caso.

Jornal Midiamax