O Conselho de Representantes da Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) discutiu hoje, dia 24, a grande mobilização que será realizada no dia 21 de setembro em Brasília/DF. A data marcará o Dia Nacional de Mobilização pela Valorização da Magistratura e do Ministério Público.

O Conselho é uma entidade que reúne os 24 presidentes das Associações Regionais de Juízes do Trabalho em todo o Brasil, juntamente com integrantes da Diretoria Executiva da Anamatra, Organizado pelas entidades representantes da magistratura e do Ministério Público da União, o evento visa chamar a atenção da sociedade e dos Poderes da República em favor de políticas de segurança, saúde, previdência e estrutura de trabalho para seus integrantes.

O protesto deve reunir centenas de participantes em Brasília e terá início nas dependências da Câmara dos Deputados, seguindo em caminhada até o Supremo Tribunal Federal (STF). Os manifestantes entregarão uma Carta Aberta ao presidente do STF e ao Procurador-Geral da República exigindo mais empenho e atenção com os graves problemas que afligem as duas categorias.

“Episódios recentes mostram que a magistratura está ameaçada em seus direitos e prerrogativas. Precisamos de condições dignas de trabalho para entregar uma efetiva prestação jurisdicional à sociedade”, defendeu o juiz Renato Henry Sant’Anna, presidente da Anamatra. Segundo o magistrado, as entidades entendem que cabe ao presidente do STF e ao PRG condução firme das questões funcionais que afligem as duas categorias.

Organização do Ato

 O Dia Nacional de Valorização da Magistratura e Ministério Público será um ato organizado pela Frentas (Frente Associativa da Magistratura e do Ministério Público da União), da qual a Anamatra faz parte, juntamente com a Associação dos Magistrados da Justiça Militar Federal (Amajum), a Associação dos Magistrados do Distrito Federal e Territórios (AMAGIS/DF), a Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), a Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR), a Associação Nacional dos Procuradores do Trabalho (ANPT), a Associação Nacional do Ministério Público Militar (ANMPM) e aAssociação do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (AMPDFT).