Geral

Confirmada a vinda da faculdade de medicina para Três Lagoas em 2014

Com a implantação do curso, será construído o primeiro hospital público do Município, que prestará serviços médicos à comunidade da região.

Arquivo Publicado em 17/11/2011, às 17h41

None

Com a implantação do curso, será construído o primeiro hospital público do Município, que prestará serviços médicos à comunidade da região.

O Ministro da Educação, Fernando Haddad, autorizou
a implantação da faculdade de medicina em Três Lagoas, com capacidade de 50
vagas. A conquista foi anunciada para a comitiva de representantes do Estado,
que esteve em Brasília nesta quarta-feira (16). Em conjunto com a faculdade, será
construído um hospital público na Cidade.

Além das 50 vagas para o município, foram
disponibilizadas 90 vagas para o curso médico em todo o Estado e ampliação de
mais 10 vagas em Dourados e 30 vagas para Campo Grande.

Na comitiva de Mato Grosso do Sul estavam o governador
André Puccinelli (PMDB); a vice-governadora, Simone Tebet (PMDB); a prefeita de
Três Lagoas, Márcia Moura (PMDB) e a reitora da UFMS, professora Célia Maria
Silva Correa de Oliveira. 

“Mostramos um estudo detalhado do desenvolvimento
de Três Lagoas para o Ministro. Então, saio dessa reunião com o dever cumprido.
O curso de medicina em nossa cidade deixa de ser um sonho”, disse Márcia
Moura. 

A
faculdade de medicina da UFMS em Três Lagoas começa a funcionar em 2014, para
isso a cidade receberá um hospital público que servirá de Hospital Escola, já
que o município não dispõe de nenhum nesse gênero. Atualmente, o Hospital Nossa
Senhora Auxiliadora, pertencente a uma entidade particular, é o único a prestar
atendimentos de internação e pronto-socorro pelo Sistema Único de Saúde.

“Mais
um hospital público para Três Lagoas, onde os alunos possam fazer residência. O
Governo do Estado dará toda a infraestrutura necessária para atender esse novo
curso”, afirmou André Puccinelli, sem atentar para o fato da Cidade não possuir
nenhum desse gênero.

A
prefeita de Três Lagoas deixou claro que esta é uma parceria da Administração
Municipal, Governo do Estado e Federal em prol da continuidade do desenvolvimento
da cidade.

Já a reitora da UFMS afirmou que o município de Três
Lagoas oferece todas as condições de infraestrutura: “A implantação do curso de
medicina é muito importante para o desenvolvimento da Cidade e do Estado”.

A reitora aproveitou a oportunidade e colocou o
curso de medicina de Três Lagoas no PDI (Plano de Desenvolvimento
Institucional), projeto que será entregue ao MEC.

O curso de medicina da UFMS de Três Lagoas abre inscrição em
2013 para vagas no ano letivo de 2014.

Também estavam presentes na reunião com o ministro,
o deputado Estadual Eduardo Rocha (PMDB), o vereador Tonhão (PMDB), o os
deputados Federais Geraldo Resende (PMDB) e Edson Giroto
(PMDB). (Com informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Três
Lagoas)

Jornal Midiamax