Geral

Com um caso em MS, sarampo volta ao Brasil e já tem 15 diagnósticos confirmados

Já foram confirmados 15 casos de sarampo em todo o País, segundo o Ministério da Saúde. Mato Grosso do Sul se mantém com um caso e irá imunizar as crianças de um a sete anos, na segunda fase de vacinação. Em meados de março, MS registrou um caso de sarampo que teria sido importado da […]

Arquivo Publicado em 17/06/2011, às 14h04

None

Já foram confirmados 15 casos de sarampo em todo o País, segundo o Ministério da Saúde. Mato Grosso do Sul se mantém com um caso e irá imunizar as crianças de um a sete anos, na segunda fase de vacinação.

Em meados de março, MS registrou um caso de sarampo que teria sido importado da França, já que a paciente teve contato com pessoas infectadas lá e depois veio para o Estado.

No total, foram três casos em São Paulo, quatro no Rio de Janeiro, cinco no Rio Grande do Sul, um na Bahia, outro no Mato Grosso do Sul e mais um no Distrito Federal.

Quem for viajar para a Europa e Américas e ainda não tiver tomado a vacina tríplice viral, até os 39 anos, deve fazê-lo até 15 dias antes da viagem, conforme recomendação do Ministério.

Todas as crianças até os 6 anos, 11 meses e 29 dias devem tomar uma dose extra da vacina contra o sarampo de acordo com calendário. Serão duas etapas nacionais. Uma a partir de 18 de julho a 22 de julho em todos os Estados e municípios para as crianças até cinco anos. Para as crianças de um ano a menores de sete anos, a vacinação da primeira etapa será dirigida aos municípios de Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo.

A segunda fase acontecerá entre 13 de agosto e 16 de setembro. Entram todos os Estados e municípios na vacinação das crianças até 5 anos. A vacinação na segunda etapa nacional, para as crianças entre um e pouco mais de seis anos, será direcionada aos municípios do Acre, Amazonas, Amapá, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Paraíba, Piauí, Paraná, Rio Grande do Norte, Rondônia, Roraima, Santa Catarina, Tocantins e o Distrito Federal.

Jornal Midiamax