A Rede Municipal de Ensino de Corumbá ganhou reforço com a entrega da série de livros “Coletâneas Pedagógicas – práticas para a sala de aula” para coordenadores, diretores e professores em evento que aconteceu esta manhã, 16 de agosto, no auditório do Centro de Convenções do Pantanal.

A coletânea, composta por cinco livros, abrange propostas de trabalho de conteúdo local para as séries iniciais do Ensino Fundamental (1ª a 5ª) e foi elaborada pela equipe da Secretaria Municipal de Educação.

Segundo Hélio de Lima, secretario de Educação de Corumbá, as publicações não “são livros didáticos”, mas um material de apoio para os professores em sala de aula. “Para ajudar esse professor como mais um recurso no trabalho de alfabetização. Como que nós podemos trabalhar esses conteúdos com os professores, trazendo Corumbá, sua história, cultura, a divisa com a Bolívia”, comentou.

Todos os exemplares possuem orientações conforme a disciplina. São elas: português, matemática, história, geografia, ciências, artes e educação física. Entretanto, o secretário salienta a relação entre elas, no que chama de “plurissignificância e linearidade dos conteúdos em todas as áreas do conhecimento”.

“Cada conteúdo nós procuramos trazer no bimestre o que precisa ser trabalhado, com base no cronograma da Escola da Vila, de São Paulo, que é referencia nacional”, complementou Hélio. A escola paulista é destaque por ser uma das primeiras do Brasil a utilizar o método construtivista – idealizado pelo filósofo Jean Piaget, o qual defendia que a escola deve acompanhar a curiosidade da criança, propondo atividades com temas que a interessassem naquele momento, sem se prender a um currículo rígido.

Hélio destacou ainda ao Diário que o material está rico em conteúdo e imagens, além do que adequado para cada faixa etária escolar. Ele destaca que a Coletânea contribuirá não somente para a manutenção da história e costumes locais, mas também ajudará a melhorar os índices de mecanismos avaliativos como o IDEB e IDH de Corumbá. “tudo isso foi planejado pela Prefeitura para melhorar o ensino”, disse ao afirmar que exemplares serão enviados para a a Academia Brasileira de Letras, para Biblioteca Nacional, para o MEC, para a Unesco, a OIT.

Em seu discurso para os educadores, o prefeito Ruiter Cunha de Oliveira pontuou a necessidade de despertar e manter o sentimento de pertencimento local. “Nenhum país, nenhuma nação avança se não despertamos esse sentimento patriótico, nacionalista, da valorização das nossas riquezas, isso tem que ser cada vez mais difundido e nada melhor do que fazer isso com a função nobre de auxiliar na educação”, falou.

A diretora da escola municipal Cássio Leite de Barros, Clarice de Jesus Ortiz, comentou que o material preparado pela Secretaria Municipal de Educação terá grande valor no ambiente escolar. “Essa coletânea vai ajudar muito no trabalho pedagógico, principalmente com os alunos. Corumbá precisava disso. Para o professor, vai incentivar a trabalhar mais com os alunos”, avaliou.

Presente no auditório, a artista plástica Marlene Mourão, a Peninha, que tem seu trabalho e história retratados nos exemplares, disse que se sente reconhecida pelo seu trabalho. “Não imaginava isso, me sendo engrandecida e fico feliz porque assim muitos alunos vão poder conhecer não somente o meu como trabalhos de outros artistas aqui da terra”, falou.

Ao todo, 1,2 mil exemplares serão distribuídos em todas as instituições de ensino da Prefeitura de Corumbá, incluindo a zona rural e a Região das Águas. As “Coletâneas Pedagógicas” têm sua fundamentação teórica e prática nas Diretrizes Curriculares Municipais (editadas em 2007), nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN’s – 1997), nos Livros Didáticos fornecidos pelo Ministério de Educação (MEC) às unidades escolares, ano base 2010, bem como em outras fontes bibliográficas (livros e sites educativos).