Geral

Clube de futebol do MS usa CNPJ de empresa desativada no cadastro da CBF

O MS Saad Esporte Clube, espécie de "franquia" de time paulista, usa em documento oficial e no cadastro da CBF um CNPJ que pertence na verdade ao Kapital, clube desativado desde 2005.

Arquivo Publicado em 10/02/2011, às 11h21

None
1219500442.jpg

O MS Saad Esporte Clube, espécie de “franquia” de time paulista, usa em documento oficial e no cadastro da CBF um CNPJ que pertence na verdade ao Kapital, clube desativado desde 2005.

O MS Saad Esporte Clube, sediado em Campo Grande, usou o CNPJ de outra empresa para contratar um atleta em 2008. Em contrato de trabalho válido até 2009, o clube informa à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) um número de registro que na verdade pertence ao Clube Atlético Kapital – que encerrou as atividades desde 2005.


O documento, com timbre da CBF, mostra o vínculo formalizado entre o atleta e o MS Saad pelo período de 12 meses. Em consulta à base de dados da entidade máxima do futebol brasileiro, constatou-se que o MS Saad está registrado e continua ativo, mas com o CNPJ que pertence na verdade ao Kapital, segundo a Receita Federal.


Procurado para explicar as supostas divergências cadastrais, o presidente do MS Saad, Romeu de Castro, não foi encontrado. A informação é de que ele estaria no Oriente Médio para resolver assuntos pessoais, e só deveria retornar no fim de fevereiro para a reapresentação do plantel. Já um dos dirigentes do Kapital afirmou desconhecer o uso do CNPJ de seu clube, mas pediu prazo para se informar melhor e dar uma versão oficial dos fatos.


A Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul preferiu não comentar o caso.


Time é “franquia” trazida de SP


O MS Saad nasceu como uma “franquia” do Saad Esporte Clube, que existe desde 1961 em São Bernardo do Campo (SP). Entre as décadas de 1980 e 2000, o clube desativou o departamento de futebol profissional masculino. Já em 2007, mudou-se para Campo Grande onde abriu uma “filial” do futebol feminino, adotando o MS no nome.


O departamento profissional masculino foi aberto no ano seguinte, e o MS Saad jogou duas temporadas na Série B antes de chegar à divisão principal do Campeonato Estadual, em 2010. No ano passado a equipe não passou da primeira fase do torneio, ficando em sexto no grupo de nove times – em 16 jogos, obteve sete vitórias, dois empates e sete derrotas.


O MS Saad não possui sede própria em Campo Grande e manda seus jogos no Estádio Morenão. Geralmente os locais de treino e alojamento dos atletas eram alugados ou cedidos por outras agremiações, e o último endereço fixo do clube era a avenida Bandeirantes, na altura da rua 26 de agosto. Ao término das competições oficiais, os jogadores e a comissão técnica são dispensados – prática comum entre a maioria dos pequenos clubes do Estado.

Jornal Midiamax