Geral

Campo Grande participa da 2ª fase de programa de modernização da gestão

Campo Grande aderiu à segunda fase do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros, com recursos na ordem de R$ 25 milhões que serão aplicados em qualificação de servidores e ampliação da central de atendimento

Arquivo Publicado em 22/09/2011, às 13h16

None

Campo Grande aderiu à segunda fase do Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros, com recursos na ordem de R$ 25 milhões que serão aplicados em qualificação de servidores e ampliação da central de atendimento

O prefeito Nelson Trad Filho (PMDB) assinou nesta quinta-feira (22), no gabinete da Casa da Esplanada Ferroviária, a segunda fase do PNAFM (Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros), com recursos na ordem de R$ 25 milhões. 



O evento contou com a presença do secretário municipal de Planejamento, Finanças e Controle (Seplanfic), Paulo Nahas, o superintendente estadual da Caixa Econômica Federal (CEF), Paulo Antunes de Siqueira e a superintendente nacional da Caixa, Bernardete Coury.



Na solenidade, o prefeito elogiou o trabalho da equipe responsável pela gestão da primeira fase do PNAFM que, de acordo com Nelsinho, pelos bons resultados, peritiu a participação do município na segunda fase do programa.



O objetivo é otimizar atendimentos e reduzir a burocracia. Para tanto, o montante destinado a Campo Grande será aplicado na modernização administrativa e fiscal da cidade com foco principal em implantação do modelo de gestão por resultado e ordenamento dos processos institucionais, aumento do número de atendimento presencial ao contribuinte, atendimento virtual; modernização e infraestrutura da rede da Prefeitura para garantir a integração, segurança e alta disponibilidade de dados, aperfeiçoando o desempenho e segurança dos dados e dando continuidade à capacitação de 4,5 mil servidores.



O programa



O objetivo do programa federal é modernizar as administrações dos municípios brasileiros. Em Campo Grande, possibilitou a construção da Central de Atendimento ao Cidadão, aquisição de novos equipamentos de informática, capacitação de aproximadamente 3.700 servidores municipais, fazendo da Capital referencia na Unidade de Coordenação do Programa do Ministério da Fazenda, sendo ainda apontada como um dos mais eficientes municípios em gestão de projetos do Brasil.



De acordo com o titular da Seplanfic, Paulo Sérgio Nahas a continuidade do PNAFM proporcionará a revisão de processos e sistemas que assegurem avanços de forma contínua e segura, diminuindo também o tempo de espera do atendimento ao cidadão. “Além de melhorar ainda mais o atendimento ao contribuinte, disponibilizaremos mais serviços online, gerenciando processos e resultados, eis os nossos maiores desafios, proporcionando assim melhor qualidade de vida a população campo-grandense”, destacou.
Jornal Midiamax