Geral

BC prorroga medida que mantém liquidez do sistema bancário

O Banco Central prorrogou para 30 de dezembro de 2011 a medida que autoriza os bancos deduzirem do recolhimento compulsório as operações feitas com a compra de ativos e depósitos interfinanceiros (DI) de outras instituições financeiras. Os depósitos compulsórios são recursos que as instituições financeiras obrigatoriamente têm de deixar no Banco Central (BC) e que […]

Arquivo Publicado em 24/06/2011, às 17h45

None

O Banco Central prorrogou para 30 de dezembro de 2011 a medida que autoriza os bancos deduzirem do recolhimento compulsório as operações feitas com a compra de ativos e depósitos interfinanceiros (DI) de outras instituições financeiras.

Os depósitos compulsórios são recursos que as instituições financeiras obrigatoriamente têm de deixar no Banco Central (BC) e que servem como instrumento para regular o volume de dinheiro em circulação no mercado.

Na prática, de acordo com o Banco Central, a medida ajuda as pequenas instituições a manter a liquidez do sistema.

A medida está em vigor desde 2008, auge da crise financeira internacional, quando houve uma retração muito grande na oferta de dinheiro no mercado em todo mundo. Ações, como a dedução no compulsório das operações feitas com a compra de ativos, foram uma das medidas adotadas pelo BC para enfrentar a crise.

A Circular 3.427 com a prorrogação foi divulgada, hoje (24), por meio do sistema de informações do Banco Central (Sisbacen).

Jornal Midiamax