Geral

Bancários de Curitiba e região voltam ao trabalho nesta segunda-feira

Greve dos bancários começa a enfraquecer, e categoria volta a trabalhar em  Curitiba e região metropolitana, a partir desta segunda-feira  (17), depois de 21 dias de paralisação. Na noite deste domingo (16), cerca de mil bancários participaram, em Curitiba, da assembleia convocada pelo sindicato da categoria, quando ficou decidido o fim da greve. Segundo o […]

Arquivo Publicado em 17/10/2011, às 11h08

None

Greve dos bancários começa a enfraquecer, e categoria volta a trabalhar em  Curitiba e região metropolitana, a partir desta segunda-feira  (17), depois de 21 dias de paralisação.


Na noite deste domingo (16), cerca de mil bancários participaram, em Curitiba, da assembleia convocada pelo sindicato da categoria, quando ficou decidido o fim da greve.


Segundo o Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região, as propostas da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban), da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil foram aprovadas por ampla maioria. Em vários estados, estão marcadas assembleias para o final da tarde de hoje a fim de decidir sobre o término da paralisação – considerada a mais longa da categoria desde 2004.


O acordo, que encerrou o movimento em Curitiba e região, inclui reajuste salarial de 9%, com a inflação dos últimos 12 meses até setembro mais 1,5% de aumento real. Além disso, os dias parados não serão descontados. O sindicato paranaense lembra que esses dias devem ser compensados a partir da assinatura da convenção coletiva até dia 15 de dezembro.


Na sexta-feira (14), quando a greve nacional dos bancários completou 18 dias, estavam fechadas 310 agências em Curitiba e região. A paralisação na capital paranaense atingiu todas as agências do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal. Aproximadamente 11 mil bancários participaram da paralisação.

Jornal Midiamax