Geral

Árbitro afirma que irá processar Felipão

O juiz que apitou a semifinal do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians, Paulo César de Oliveira, disse à Folha de S. Paulo que a partida de domingo (1º) foi a mais nervosa e polêmica que já apitou. – Clássico são nervosos, mas esse foi demais. Eu nunca tinha presenciado uma partida tão tensa, nem […]

Arquivo Publicado em 03/05/2011, às 13h26

None

O juiz que apitou a semifinal do Campeonato Paulista entre Palmeiras e Corinthians, Paulo César de Oliveira, disse à Folha de S. Paulo que a partida de domingo (1º) foi a mais nervosa e polêmica que já apitou.

– Clássico são nervosos, mas esse foi demais. Eu nunca tinha presenciado uma partida tão tensa, nem em Libertadores. Antes de o jogo começar, já havia tensão e nervosismo dos jogadores.

Para o árbitro, o “clima de guerra” que foi visto no Pacaembu foi fruto da polêmica a respeito do sorteio do juiz da semifinal. O Jornal da Tarde antecipou antes da partida que o nome sorteado seria o de Oliveira, o que realmente aconteceu. A partir daí, muitas dúvidas pairaram sobre a arbitragem do clássico.

– Foi uma infelicidade o que publicaram. O sorteio é ao vivo, aberto. Foi uma grande irresponsabilidade, colocaram várias pessoas sob suspeição. Poderia ter acarretado em tragédia. Fizeram uma covardia comigo.

O Palmeiras acabou eliminado pelo Corinthians nos pênaltis. O técnico Luiz Felipe Scolari afirmou, após a queda de seu time, que a arbitragem de Oliveira foi “premeditada”. O juiz dia que irá processá-lo.

– Já acioneio meu advogado. Estamos reunindo as gravações e vamos acioná-lo na Justiça comum. O que ele disse foi muito grave.

Oliveira está fora do sorteio para a final do Paulistão, que será entre Corinthians e Santos.

Jornal Midiamax