Geral

Aneel ainda não começou a apurar as causas do apagão que atingiu o Nordeste

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ainda não iniciou o processo de fiscalização do apagão que atingiu oito estados da Região Nordeste na última sexta-feira (4). Segundo o diretor da agência Romeu Rufino, o órgão ainda está reunindo informações para planejar a fiscalização, que será feita na Subestação São Luiz Gonzaga, em Pernambuco, onde […]

Arquivo Publicado em 08/02/2011, às 18h47

None

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) ainda não iniciou o processo de fiscalização do apagão que atingiu oito estados da Região Nordeste na última sexta-feira (4). Segundo o diretor da agência Romeu Rufino, o órgão ainda está reunindo informações para planejar a fiscalização, que será feita na Subestação São Luiz Gonzaga, em Pernambuco, onde o problema teve origem.

Rufino não quis adiantar nenhum tipo de avaliação sobre o blecaute e ainda evitou compará-lo ao apagão de novembro de 2009, que resultou em multa de R$ 43,3 milhões a estatal Furnas. “Nem sabemos se houve infração e, se houve, qual é a gravidade. Então, não serve de parâmetro. Cada fiscalização é feita à luz dos elementos que forem colhidos”.

O diretor disse que Aneel também vai analisar a demora do processo de religação do sistema. “O senso comum sugere que foi um prazo grande, mas não sei se o meu sentimento corresponde a uma infração, se houve ou não falha”, explicou.

Jornal Midiamax