Geral

Alckmin defende corte no Orçamento para conter inflação

Durante a entrega de 160 moradias populares em Ribeirão Preto na manhã deste sábado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento de 2011, anunciado pela presidente Dilma Rousseff. O governador disse que a medida é necessária para conter a inflação. “Eu entendo que a política […]

Arquivo Publicado em 12/02/2011, às 22h32

None

Durante a entrega de 160 moradias populares em Ribeirão Preto na manhã deste sábado, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), defendeu o corte de R$ 50 bilhões no Orçamento de 2011, anunciado pela presidente Dilma Rousseff. O governador disse que a medida é necessária para conter a inflação.


“Eu entendo que a política fiscal brasileira precisa ser mais dura, isso é necessário para não deixar a inflação crescer. No ano passado nós tivemos uma inflação bem acima da meta proposta. O importante é que o corte não seja feito nos investimentos, especialmente na área social”, afirmou.


Na visita a Ribeirão Preto, Alckmin inaugurou uma das etapas do conjunto habitacional construído por meio do programa de desfavelamento da cidade. Segundo a prefeitura, a partir da próxima semana as 160 famílias serão removidas para o novo conjunto. Outras 60, que moravam na favela Adamantina, já moram no conjunto desde dezembro do ano passado.

Jornal Midiamax