Geral

AGORA: Começa a reconstituição do caso de duas mulheres degoladas na Capital

Começou às 9h desta sexta-feira (28) a reconstituição do caso de duas mulheres que foram degoladas no dia 1° de dezembro de 2010, no Bairro Tijuca I, em Campo Grande. A reconstituição do caso acontece na casa da cabeleireira Cláudia de Araújo, de 34 anos, que foi encontrada morta degolada e amarrada, junto com Regina […]

Arquivo Publicado em 28/01/2011, às 12h35

None

Começou às 9h desta sexta-feira (28) a reconstituição do caso de duas mulheres que foram degoladas no dia 1° de dezembro de 2010, no Bairro Tijuca I, em Campo Grande.

A reconstituição do caso acontece na casa da cabeleireira Cláudia de Araújo, de 34 anos, que foi encontrada morta degolada e amarrada, junto com Regina Bueno França, de 40 anos.

Os quatro envolvidos no crime estão no local e cada um vai contar a sua versão da história, um de cada vez. O primeiro que já está fazendo a reconstituição é Weber Barreto, o segundo a contar a sua versão será Cristian Rampagne Castedo, 34 anos. Os dois são considerados participantes do crime.

Duas policiais civis estão simulando as duas vítimas que foram mortas, além disso, um veículo modelo uno está do lado de fora da casa, simulando o carro da Regina e o veículo Logan da Polícia Civil está simulando o carro de Cláudia, do modelo Fiesta.

Saiba mais sobre o caso nas notícias abaixo.

Jornal Midiamax