Geral

Advogados de prefeito afastado de Alcinópolis chegam com alvará de soltura

Preso desde o dia 20 de julho deste ano, o prefeito afastado de Alcinópolis, Manoel Nunes da Silva, deverá sair da cela da 3ª DP ainda na manhã desta quinta-feira (29). Os advogados Jeferson Rodrigues de Amorim e Luis Gustavo do Prado, além do oficial de justiça, chegaram há pouco com o alvará de soltura […]

Arquivo Publicado em 29/09/2011, às 14h27

None
1930312196.jpg
Preso desde o dia 20 de julho deste ano, o prefeito afastado de Alcinópolis, Manoel Nunes da Silva, deverá sair da cela da 3ª DP ainda na manhã desta quinta-feira (29). Os advogados Jeferson Rodrigues de Amorim e Luis Gustavo do Prado, além do oficial de justiça, chegaram há pouco com o alvará de soltura de Manoel. 
Ele teve sua liberdade concedida no fim da tarde de ontem (28) pelo STJ (Superior Tribunal de Justiça), porém, trâmites legais impediram que ele fosse para casa na noite desta quarta-feira. 
Os advogados não quiseram dar entrevista à imprensa, mas disseram que, ao sair, Manoel deve falar. A esposa e a sogra estiveram na delegacia hoje, por volta das 10h, onde assinaram documentos e seguiram para o Fórum. 
O caso
Manoel Nunes da Silva é suspeito de ser o mandante do assassinato do presidente da Câmara de Alcinópolis, Carlos Antônio Carneiro, no ano passado.
Quando foi preso em Alcinópolis, o prefeito foi levado primeiro para cela provisória da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), depois para a Garras (Delegacia Especializada. Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros) e por último para a 3ª DP, no dia 24 de agosto, unidade que fica no bairro Carandá Bosque.
Jornal Midiamax