Geral

Segundo suplente de Moka está entre denunciados pelo MPE

O vereador de Dourados Gino José Ferreira (DEM) aparece na lista dos denunciados pelo MPE (Ministério Público Estadual) por suposto envolvimento no esquema de fraudes desmantelado pela Polícia Federal, na Operação Uragano. O parlamentar é segundo suplente na chapa de Waldemir Moka (PMDB) que concorre ao Senado. A Polícia Federal chegou a prender nove dos […]

Arquivo Publicado em 16/09/2010, às 16h44

None

O vereador de Dourados Gino José Ferreira (DEM) aparece na lista dos denunciados pelo MPE (Ministério Público Estadual) por suposto envolvimento no esquema de fraudes desmantelado pela Polícia Federal, na Operação Uragano. O parlamentar é segundo suplente na chapa de Waldemir Moka (PMDB) que concorre ao Senado.


A Polícia Federal chegou a prender nove dos 12 vereadores da Câmara de Dourados. Gino ficou de fora, mas foi conduzido junto com Dirceu Longhi (PT) à delegacia por escolta coercitiva. A operação prendeu ao todo 28 pessoas entre os quais o prefeito de Dourados, Ari Artuzi (sem partido) que continua detido em Campo Grande.


O MPE divulgou lista com o nome dos 60 denunciados. Eles irão responder pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva, fraude a licitação, dispensa indevida de licitação, falsidade ideológica, crime contra as relações de trabalho e formação de quadrilha.


Contudo, detalhes e o modus operandis de cada conduta delituosa apontada na denúncia estão protegidos pelo segredo de justiça. O MPE requereu a retirada do sigilo de justiça e tão logo, o mesmo seja autorizado pelo Poder Judiciário, os fatos serão levados ao conhecimento público para o pleno exercício de liberdade de imprensa.

Jornal Midiamax