Geral

Real massacra e se mantém líder com 4 gols de Cristiano Ronaldo

O Real Madrid entrou em campo sendo ‘secado’ pelo Barcelona, mas fez questão de responder com uma atuação de gala. Comandado pelos argentinos Di Maria e Higuaín, pelo alemão Ozil, e por Cristiano Ronaldo, que marcou nada menos que quatro gols, o Real atropelou o Racing Santander com o placar de 6 a 1. Com […]

Arquivo Publicado em 23/10/2010, às 21h21

None

O Real Madrid entrou em campo sendo ‘secado’ pelo Barcelona, mas fez questão de responder com uma atuação de gala. Comandado pelos argentinos Di Maria e Higuaín, pelo alemão Ozil, e por Cristiano Ronaldo, que marcou nada menos que quatro gols, o Real atropelou o Racing Santander com o placar de 6 a 1.

Com o resultado, o time merengue reassumiu a liderança do torneio, perdida poucas horas antes com o triunfo do Barcelona sobre o lanterna Zaragoza. Com 20 pontos, a equipe soma um a mais que o arquirrival. Já o Racing Santander passa por situação complicada na 16ª colocação com sete pontos.

Cristiano Ronaldo comprovou seu momento arrasador no ano. Marcou nove gols nos últimos quatro jogos e é o artilheiro disparado do Campeonato Espanhol.

Seu time segue na mesma maré. Ainda sem perder na temporada, venceu a quinta seguida, sendo a terceira por goleada. Curiosamente, o placar de 6 a 1 havia se repetido contra o Deportivo no último jogo em casa pelo Espanhol.

Neste sábado, o Real não deu brechas para o adversário e dominou toda a partida. A principal estratégia da equipe foi o contra-ataque mortal apoiado em lançamentos precisos, especialmente dos argentinos Di Maria e Higuaín, e ajudado por uma ineficiente linha de impedimento feita pelos adversários.

O time da casa não quis perder tempo e abriu o placar logo aos 10 minutos de jogo. Di Maria fez longo lançamento para Higuaín, que partiu em velocidade, ganhou da marcação e tocou na saída do goleiro.

Dois minutos depois, Higuaín brilhou novamente. Ele apareceu pela direita, fez cruzamento por baixo para Cristiano Ronaldo na área. O atacante recebeu e tocou para as redes para completar.

O Racing tentou conter o ímpeto do adversário e tocar a bola, mas o Real nem se importou. Aos 26 minutos, Di Maria ainda por pouco não marcou um belo gol de bicicleta. Um minuto depois, a equipe ampliou. Ozil recebeu lançamento e cruzou no pé de Cristiano Ronaldo, que só teve o trabalho de marcar.

Quem imaginava que o Real iria tirar o pé do acelerador no segundo tempo se enganou. Logo aos 2 minutos, Ozil ganhou velocidade pela ponta direita e cruzou para a área. Cristiano Ronaldo recebeu, ajeitou a bola e bateu para fazer seu terceiro.

O Racing já dava mostras de nervosismo pelo placar elástico. Ainda no início da etapa final, aos 9 minutos, Cisma derrubou Di Maria na área e o árbitro não titubeou ao marcar pênalti. O português Cristiano Ronaldo foi para a cobrança e fez seu quarto gol no jogo.

E a goleada ainda não estava concretizada. Aos 17 minutos, Ozil foi lançado na área, fez o corte para o meio, escapou da marcação e chutou no canto do gol para fazer a marca histórica de 6 a 0 para o Real Madrid. O Racing ainda fez seu gol de honra aos 28 da etapa final.

Jornal Midiamax