Geral

Quatro horas após assassinato na Mata do Jacinto, investigadores prendem suspeitos

Quatro horas após o assassinato do tapeceiro Fábio Ribeiro Ramires 31, na madrugada – por volta das 3 horas – , no Bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande, investigadores da Delegacia Especializada de Prontoatendimento Comunitário prenderam os dois principais suspeitos. O pedreiro Edson de Lima Coelho, 38, e o auxiliar de serviços gerais Juliano Ponceano […]

Arquivo Publicado em 21/02/2010, às 21h29 - Atualizado em 07/07/2020, às 16h26

None

Quatro horas após o assassinato do tapeceiro Fábio Ribeiro Ramires 31, na madrugada – por volta das 3 horas – , no Bairro Mata do Jacinto, em Campo Grande, investigadores da Delegacia Especializada de Prontoatendimento Comunitário prenderam os dois principais suspeitos. O pedreiro Edson de Lima Coelho, 38, e o auxiliar de serviços gerais Juliano Ponceano da Silva, 23.

Eles eram vizinhos da vítima. Todos eram solteiros e residiam em um condomínio no bairro. Eles teriam confessado que mataram Fábio a golpe de canivete. A vítima foi atingida no pescoço.

O motivo da desavença seria o fato da vítima dever dinheiro para Edson.

Os investigadores conseguiram desvendar o caso e prender os suspeitos após entrevistas com moradores e diligêngias. Há suspeita de que os envolvidos no crime estavam embriagados.


(Matéria editada para acréscimo de informações)

Jornal Midiamax