Geral

Promoção de celular ”Pula-Pula”, que foi febre e alvo de golpes em MS, chega ao fim

Termina em 31 de dezembro a validade das promoções "Pula-Pula", que foram febre em Mato Grosso do Sul com a popularização dos celulares pré-pagos e chegaram a manter um mercado paralelo para os simcards

Arquivo Publicado em 27/12/2010, às 14h28

None

Termina em 31 de dezembro a validade das promoções “Pula-Pula”, que foram febre em Mato Grosso do Sul com a popularização dos celulares pré-pagos e chegaram a manter um mercado paralelo para os simcards

Termina em 31 de dezembro a validade das promoções “Pula-Pula”, que foram febre em Mato Grosso do Sul com a popularização dos celulares pré-pagos e chegaram a manter um mercado paralelo para os chips com grandes saldos de créditos, muitas vezes obtidos através de fraudes.


Os planos “Pula-Pula” foram lançados pela operadora Brasil Telecom nos anos de 2004 e 2005. Ficaram famosos porque os clientes acumulavam em crédito valores idênticos ao total de chamadas que recebiam e podiam usar o saldo em ligações para linhas de qualquer operadora e chamadas de longa distância.


“A própria concessionária viu que era muito vantajoso e mudou o plano, por isso tem uns três tipos de Pula-Pula. As pessoas compravam e, quando recebiam muita ligação, praticamente deixavam de gastar com interurbanos ou chamadas para números locais”, relembra um vendedor que há nove anos trabalha com compra e venda de celulares.


Golpes viraram caso de polícia


O mercado paralelo logo floresceu para aproveitar as brechas do plano. “Quem tinha um chip Pula-Pula pagava para pessoas abastecerem a linha com saldo. Tinha gente que arrumava linhas de órgãos públicos, por exemplo, e ficava a noite inteira ligando para celulares pula-pula para encher eles de saldo”, conta o comerciante.


Os golpes ficaram famosos e muitos chegavam a anunciar nos jornais locais a venda de crédito. Rapidamente a operadora começou a coibir a prática e algumas pessoas chegaram a ser presas porque usavam métodos ilegais originando ligações que geravam créditos para os pula-pula.


“Se você pagava cem reais, o cara tinha um esquema com uma linha corporativa, por exemplo, e ligava pro seu celular até você ter um saldo de mil reais para receber no outro mês. Muitos habilitavam linhas e estouravam a conta em nomes de laranjas. Dava para ganhar muito”, explica.


R$ 1 mil no mercado paralelo


Mas a farra diminuiu quando os golpes ficaram mais difíceis. Mesmo assim, os chips continuaram valorizados. “Um chip do Pula-Pula infinito, aquele que o saldo nunca expira, chegou a valer mil reais! Quem recebia muita ligação comprava e nunca mais precisava gastar pra fazer interurbanos ou ligar para telefones fixos. Só comprava um cartão de 15 reais por mês e a economia era enorme”, detalha o ambulante.


Agora, segundo a operadora Oi, que comprou a Brasil Telecom, quem tem uma das linhas “Pula-Pula” terá que optar por planos atuais para continuar como cliente. Existem três tipos de promoções. A Pula Pula 2004 vale para quem habilitou os telefones até 1 de janeiro de 2005. A Pula Pula de Verão, vale para quem habilitou entre 2 de janeiro e 8 de fevereiro de 2005 e, finalmente, a Pula Pula de Verão 2, que vale para quem aderiu entre 9 de fevereiro e 31 de março de 2005.


Nos três casos, a promoção acaba em 31 de dezembro de 2010, conforme previsto no regulamento da promoção, segundo a Oi. Os clientes, preocupados com eventuais saldos que possuam, estão sendo informados pela operadora que os bônus terão a validade da recarga ativa na véspera da concessão do último bônus. Após a última bonificação, em janeiro, as novas recargas deixarão de revalidar os saldos de bônus.


Fim dos bônus


Segundo a Oi, novos planos já estão sendo oferecidos para os clientes que usaram o Pula-Pula, e poderão ser adotados a partir de 10 de fevereiro. Mas quem aderir a um plano novo perde os saldos da oferta Pula Pula e passa a usufruir dos créditos da nova oferta, informa a operadora.


Os clientes já recebem mensagens SMS informando sobre o final da promoção, mas dizem que as informações ainda são confusas. “Eu nem lembrava que ia acabar. Recebi uma mensagem e entrei no site indicado. Mas não sei ao certo de qual Pula Pula é o meu, então ainda não entendi. Só sei que devo gastar bem mais agora com telefone, porque ligava muito para São Paulo usando só os bônus”, diz a consultora de vendas Luciana da Silva Porto.


Segundo a operadora, para saber qual a validade do saldo de bônus basta enviar um SMS para os números 772 e 773, ligar do aparelho para *111 ou ainda entrar em contato com o atendimento ao cliente. “Vou estudar certinho as opções, mas agora devo migrar de operadora, porque com a portabilidade ficou mais fácil”, conclui Luciana.

Jornal Midiamax