Geral

PMA multa vendedor que levava canários em R$ 500 mil

O vendedor de veículos Jair Aparecido Jorente, 46 anos, residente em Barueri-SP, foi notificado pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três lagoas em R$ 500 mil reais por Crime Ambiental pela prática de transporte ilegal de Animais Silvestres da Fauna Nativa. Segundo a PMA, a apreensão de mil canários da terra foi feita pela Polícia […]

Arquivo Publicado em 08/09/2010, às 13h48

None

O vendedor de veículos Jair Aparecido Jorente, 46 anos, residente em Barueri-SP, foi notificado pela Polícia Militar Ambiental (PMA) de Três lagoas em R$ 500 mil reais por Crime Ambiental pela prática de transporte ilegal de Animais Silvestres da Fauna Nativa.


Segundo a PMA, a apreensão de mil canários da terra foi feita pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) no Km 21 da BR-262 por volta das 03h30min da madrugada desta quarta-feira (08). Jair informouque ele juntamente com sua esposa, filhos e irmão foi até o Paraguay para fazer compras.


Durante o retorno para sua cidade de origem, ao passar em Campo Grande-MS, encontrou com uma pessoa que estava em uma Van próximo ao aeroporto Internacional. O homem que não teve a identidade revelada ofereceu a quantia de R$ 5 mil reais para que Jorente para transportar todos os pássaros até a cidade de Cotia-SP, onde seria entregue em uma praça na área central para uma pessoa conhecida como “Joaquim”. Jorente embarcou seus familiares no aeroporto da Capital tendo como destino Baueri-SP. O carregamento foi feito próximo ao aeroporto, pois segundo o infrator, todos os pássaros já estavam presos em gaiolas com sacolas dentro da Van.


O homem que entregou os pássaros ainda disse ao vendedor que pepinos e alface também seriam transportados ao lado dos animais para servir de alimentação. Segundo ainda a PMA, o alface ajuda a esquentar o local onde os pássaros estão presos para que eles não morram durante o transporte.


O infrator que teve sua camionete F-250 de cor vermelha de placas DQJ 0652 apreendida, foi levado para a 2º Delegacia de Polícia Civil. Segundo o delegado Orlando Sacchi, o infrator será intimado a comparecer no Fórum de Três Lagoas para as demais providências. A autoridade policial realizou o termo circunstanciado de ocorrência (TCO). Após ser ouvido,


Jorente será ouvido e liberado. Jorente disse a reportagem estar arrependido do ato e que transportaria os pássaros para ganhar os R$ 5 mil, pois as vendas de veículos caíram muito.

Jornal Midiamax