Geral

PIB cresce 1,2% em relação ao 1º trimestre e chega a R$ 900,7 bi

Em relação ao primeiro trimestre de 2010, o PIB (Produto Interno Bruto)1a preços de mercado do segundo trimestre de 2010 cresceu 1,2%, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal2. A agropecuária registrou o maior aumento (2,1%), seguida pela indústria (1,9%) e pelos serviços (1,2%). Na comparação com o segundo trimestre de 2009, o PIB […]

Arquivo Publicado em 04/09/2010, às 20h02

None

Em relação ao primeiro trimestre de 2010, o PIB (Produto Interno Bruto)1a preços de mercado do segundo trimestre de 2010 cresceu 1,2%, levando-se em consideração a série com ajuste sazonal2. A agropecuária registrou o maior aumento (2,1%), seguida pela indústria (1,9%) e pelos serviços (1,2%).

Na comparação com o segundo trimestre de 2009, o PIB cresceu 8,8%. Dentre as atividades econômicas, destacou-se a indústria (13,8%), seguida pela agropecuária (11,4%) e pelos serviços (5,6%).

No acumulado nos quatro trimestres terminados no segundo trimestre de 2010, o crescimento foi de 5,1% em relação aos quatro trimestres imediatamente anteriores. No acumulado no ano de 2010, em relação ao mesmo período de 2009, o PIB variou 8,9%. O PIB em valores correntes alcançou R$ 900,7 bilhões.

O PIB a preços de mercado, para o segundo trimestre de 2010, alcançou R$ 900,7 bilhões, sendo R$ 769,5 bilhões referentes ao valor adicionado e R$ 131,2 bilhões aos impostos sobre produtos. A tabela a seguir mostra os valores por atividade, segundo as diversas óticas do PIB.

A taxa de investimento no segundo trimestre de 2010 foi de 17,9% do PIB, superior à taxa referente ao mesmo período do ano anterior (15,8%). A taxa de poupança (18,1%) também superou a de 2009 (16,0%).

No resultado do segundo trimestre de 2010, a necessidade de financiamento alcançou R$ 24,3 bilhões contra R$ 7,6 bilhões no mesmo período do ano anterior, aumento explicado, principalmente, pela redução no saldo externo de bens e serviços, no montante de R$ 12,9 bilhões, e pelo aumento de R$ 3,4 bilhões em renda líquida de propriedade enviada ao resto do mundo.

A renda nacional bruta atingiu R$ 879,7 bilhões no segundo trimestre de 2010, contra R$ 761,6 bilhões no respectivo período de 2009, e a poupança bruta chegou a R$ 162,8 bilhões, contra R$ 124,6 bilhões no mesmo período do ano anterior.

Jornal Midiamax