Geral

Para deputados, crise em Dourados serve de alerta eleitoral

Na opinião de deputados estaduais, o novo escândalo da corrupção em Dourados pode ter implicações nas eleições de outubro. “Acho que vai servir de alerta para as pessoas escolherem melhor e não venderem seu voto”, afirma o deputado Paulo Duarte (PT). Líder do governo na Casa, Youssif Domingos (PMDB), admite que o episódio respinga em […]

Arquivo Publicado em 02/09/2010, às 18h20

None

Na opinião de deputados estaduais, o novo escândalo da corrupção em Dourados pode ter implicações nas eleições de outubro. “Acho que vai servir de alerta para as pessoas escolherem melhor e não venderem seu voto”, afirma o deputado Paulo Duarte (PT).

Líder do governo na Casa, Youssif Domingos (PMDB), admite que o episódio respinga em toda a classe política. “Todo homem público sofre um baque, sem dúvida”, disse.

“É um escândalo que não atinge só Dourados. O povo que já é decepcionado com políticos imagine agora?”, diz Coronel Ivan (PRTB). “O povo de Dourados deu uma oportunidade ao Artuzi e hoje está arrependido”, diz Rinaldo Modesto (PSDB).

Artuzi e outras 27 pessoas foram presos na manhã de ontem pela Polícia Federal na Operação Uragano (furacão em italiano). Eles são acusados de participar de esquema de corrupção que, conforme a polícia, tinha o próprio prefeito como chefe. Artuzi aparece em vídeo recebendo dinheiro de propina. O prefeito está detido no 3º Distrito Policial no Bairro Carandá Bosque, na Capital.

Jornal Midiamax