Geral

Ocupação e pacificação de favelas no Rio fará revéillon mais calmo

A ocupação e pacificação das favelas dos complexos da Penha e do Alemão pelas forças de segurança do estado e da União e o maior número de unidades de Polícia Pacificadora (UPPS), principalmente na zona sul, farão do revéillon deste ano uma festa mais tranquila do que a do ano passado. Essa é a expectativa […]

Arquivo Publicado em 29/12/2010, às 11h30

None

A ocupação e pacificação das favelas dos complexos da Penha e do Alemão pelas forças de segurança do estado e da União e o maior número de unidades de Polícia Pacificadora (UPPS), principalmente na zona sul, farão do revéillon deste ano uma festa mais tranquila do que a do ano passado.

Essa é a expectativa do relações públicas da Polícia Militar do Rio de Janeiro, coronel Lima Castro. Hoje (28), foi divulgado pela PM o esquema de segurança para a festa da virada de ano em todo o estado. Serão destacados 6.717 policiais militares – contingente 5% superior ao do revéillon passado.

Lima Castro afirmou que a PM vem aperfeiçoando ano a ano o esquema para os festejos de final de ano, procurando corrigir tudo o que não deu certo nos anos anteriores. “Em relação ao revéillon do ano passado há, hoje, a diferença de que nós temos um cinturão de UPPs [Unidades de Polícia Pacificadora] ainda maior do que no ano passado, viaturas em melhores condições e redução dos índices de criminalidade na capital, principalmente depois da reconquista dos complexos de favelas do Alemão e da Penha”, afirmou. Segundo o relações públicas da PM do Rio, houve uma redução drástica nos índices de criminalidade neste final de ano.

O esquema envolve o policiamento ostensivo nos principais pontos de comemoração na capital, na Baixada Fluminense, no interior do estado e também nos municípios da Região dos Lagos.

Mais uma vez, o revéillon da Praia de Copacabana, onde ocorre a tradicional queima de fogos com a presença de cerca de 2 milhões de pessoas, será o destaque do esquema e mobilizará o maior número de policiais e viaturas.

Segundo as informações do Comando-Geral da Polícia Militar, o revéillon de Copacabana contará este ano com 1.350 policiais e 131 viaturas espalhadas por todo o bairro, mas principalmente ao longo da orla.

Jornal Midiamax