Geral

Obama descreve como odiosos comentários de Iraniano

O presidente americano, Barack Obama, descreveu como odiosos os comentários do presidente do Irã na última quinta-feira na Assembleia Geral da ONU. Obama se referia ao discurso de Mahmoud Ahmadinejad, que insinuou a participação do governo americano nos atentados de 11 de setembro de 2001. Nesta sexta, o líder iraniano defendeu a sua posição e […]

Arquivo Publicado em 25/09/2010, às 00h20

None

O presidente americano, Barack Obama, descreveu como odiosos os comentários do presidente do Irã na última quinta-feira na Assembleia Geral da ONU.


Obama se referia ao discurso de Mahmoud Ahmadinejad, que insinuou a participação do governo americano nos atentados de 11 de setembro de 2001.


Nesta sexta, o líder iraniano defendeu a sua posição e pediu que os ataques sejam investigados pela ONU. Ahmadinejad também pediu que a União Europeia marque uma data para retomar as negociações sobre o polêmico programa de enriquecimento de urânio do país. Elas estão suspensas há quase um ano.


Mais tarde, Ahmadinejad se encontrou com a americana Sarah Shourd, que ficou mais de um ano numa prisão iraniana. Ela foi detida com mais dois americanos ao cruzar a fronteira entre o Irã e o Iraque. Sarah agradeceu pela sua libertação na semana passada e pediu que os companheiros também sejam soltos.

Jornal Midiamax