Geral

Mano planeja conversa com Dorival sobre Neymar

O técnico Mano Menezes mostra cuidado e preocupação com o futuro de Neymar na Seleção Brasileira. Nesta segunda-feira, três dias antes da convocação para amistosos ainda não definidos no início de outubro, o comandante afirmou que deve ter uma conversa com Dorival Júnior, técnico do Santos, para saber o que realmente está acontecendo com o […]

Arquivo Publicado em 20/09/2010, às 22h34

None

O técnico Mano Menezes mostra cuidado e preocupação com o futuro de Neymar na Seleção Brasileira. Nesta segunda-feira, três dias antes da convocação para amistosos ainda não definidos no início de outubro, o comandante afirmou que deve ter uma conversa com Dorival Júnior, técnico do Santos, para saber o que realmente está acontecendo com o garoto. Atualmente, ele está afastado do elenco por ter xingado seu treinador no jogo entre Santos e Atlético-GO, na quarta-feira passada.


– Provavelmente vou ter uma conversa com o Dorival até quinta-feira, para saber o que está acontecendo. Uma coisa é o clube, e outra a Seleção, mas em partes. Às vezes, o que o jogador faz no clube pode influenciar no futuro dele na Seleção. E não quero transferir para o Dorival a responsabilidade por uma convocação ou não do Neymar – disse Mano, durante a gravação do programa Roda Viva, da TV Cultura.


Fora do jogo contra o Guarani, no domingo, Neymar deve ter sua situação revista nesta segunda-feira. O próximo jogo do Peixe é contra o Corinthians, quarta, na Vila Belmiro. Enquanto isso, Mano defende Dorival na aplicação da punição ao jogador, que desrespeitou seu superior no clube.


– O Dorival é extremamente equilibrado, e se chegou a tal atitude era porque se fazia necessária. O futebol tem momentos duros – resumiu o técnico da Seleção.


Por outro lado, Mano espera minimizar o excesso de críticas feitas à atitude do astro santista. Diz que Neymar também sofre muitas faltas em campo e pode estar mais irritado. Além disso, as profundas mudanças em sua vida pessoal – maior salário, proposta milionária do Chelsea e idolatria repentina – podem estar influenciando psicologicamente.


– Na mesma proporção em que se falava bem dele quando despontou, hoje tenta se criticar. É preciso buscar o equilíbrio em tudo. Dentro de campo mesmo, ele sofre muitas faltas, mas às vezes há um exagero do próprio jogador em fazer com que essa falta seja marcada. A mudança de vida também influencia. É um garoto, tem muita mulher atrás dele, muita gente que pode estar querendo se aproveitar. É preciso cuidado – ponderou Mano Menezes.


Antes da confusão com Dorival e o zagueiro Edu Dracena, Neymar já tinha se envolvido em polêmica com o volante João Marcos, do Ceará, quando quase foi às vias de fato com o adversário. Diante do Avaí, a atuação do garoto também rendeu reclamações dos jogadores rivais, que o acusaram de ter usado sua situação financeira confortável para provocar os atletas do time catarinense.

Jornal Midiamax