Mãe diz que deixa de comprar arroz para dar droga para o filho

No Rio Grande do Sul, uma mulher desesperada decidiu comprar droga para o filho. O objetivo é mantê-lo em casa, pois ele está ameaçado de morte. O jovem, de 21 anos, é viciado em crack e já foi internado duas vezes, mas o tratamento não adiantou. A família tenta uma nova vaga na rede pública. […]
| 02/04/2010
- 22:28
Mãe diz que deixa de comprar arroz para dar droga para o filho

No Rio Grande do Sul, uma mulher desesperada decidiu comprar droga para o filho. O objetivo é mantê-lo em casa, pois ele está ameaçado de morte. O jovem, de 21 anos, é viciado em crack e já foi internado duas vezes, mas o tratamento não adiantou. A família tenta uma nova vaga na rede pública.

“Eu deixo de comprar arroz para comprar droga para ele, mesmo sabendo que a droga está destruindo a vida dele. Pelo menos estou ficando com ele dentro de casa”, diz a mãe. “Se eu tiver R$ 10, eu dou. Se tiver R$ 100, dou R$ 100 em droga. Mesmo sabendo que estou matando meu filho. Se na rua não o matarem, aqui ele vai morrer igual”, afirma a mãe.

 

O filho usa a droga há cinco anos e está longe da mulher e do filho. Hoje, ele só tem a mãe ao seu lado. “Essa é uma droga que não destrói só a pessoa, destrói toda a família”, fala ele.

A Secretaria de Saúde de Pelotas disse que, na segunda-feira (5), vai encaminhar o jovem para um centro de atendimento de usuários de drogas. O rapaz vai passar por uma avaliação médica e deve seguir para uma comunidade terapêutica ou para um hospital psiquiátrico.

 

http://video.globo.com/Portal/videos/cda/player/player.swf” name=”movie” />http://video.globo.com/Portal/videos/cda/player/player.swf”>>

 

 

 

Veja também

Confira o filme publicitário comemorativo dos 46 anos de MS, com narração do cantor Paulo Simões, compositor de "Trem do Pantanal"

Últimas notícias