Geral

Lula envia condolências a Zeca pelo falecimento de sua mãe

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia enviaram mensagem de condolência ao ex-governador Zeca do PT, pelo falecimento de sua mãe, Assunção Miranda dos Santos, 96 anos, ocorrido na noite de ontem (31). “Querido Zeca. Enviamos a você e a toda família nosso fraterno abraço e profunda solidariedade em função […]

Arquivo Publicado em 01/02/2010, às 17h27

None

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a primeira-dama Marisa Letícia enviaram mensagem de condolência ao ex-governador Zeca do PT, pelo falecimento de sua mãe, Assunção Miranda dos Santos, 96 anos, ocorrido na noite de ontem (31). “Querido Zeca. Enviamos a você e a toda família nosso fraterno abraço e profunda solidariedade em função do falecimento de sua mãe. Que Deus lhe dê muita força nesse momento de dor. Afetuosamente, dos amigos Marisa Letícia e Luiz Inácio Lula da Silva”, diz a mensagem, que chegou às 10h52 às mãos do ex-governador.

O governador André Puccinelli (PMDB) também enviou telegrama pela manhã, manifestando seu pesar pela morte da matriarca da família Miranda dos Santos. O senador Delcídio do Amaral (PT) dirige-se a Porto Murtinho para acompanhar os funerais. O velório acontece na Câmara de Vereadores, por onde já passaram cerca de duas mil pessoas, segundo os familiares.

O deputado federal Waldemir Moka (PMDB) também esteve no velório da tia. Dona Assunção era irmã de sua mãe. Prefeitos da região Sudoeste e lideranças políticas de várias partes do Estado estão em Porto Murtinho acompanhando os funerais e levando conforto aos familiares. O sepultamento deve acontecer por volta das 17 horas, aguarda-se a chegada de alguns parentes.

Dona Assunção faria 97 anos de idade em agosto. Há seis meses, a saúde começou a apresentar fragilidade e há alguns dias caiu doente e foi internada às pressas no hospital da cidade. Seu estado de saúde não permitia transferência, aconselharam os médicos. Por volta das 22 horas de ontem o organismo da anciã não resistiu a uma infecção pulmonar.

A morte da mãe abalou o ex-governador Zeca do PT. Ele está em Porto Murtinho há alguns dias, hoje não conseguia expressar a dor que sentia. Mesmo enquanto governava o Estado, Zeca fazia questão festejar o aniversário junto com a mãe, em Porto Murtinho. Toda a família se reunia com a matriarca.

“Era uma pessoa muito alegre. Tocava violino. Foi uma mulher muito lutadora”, lembra a nora Míriam dos Santos, esposa do procurador aposentado Heitor Miranda dos Santos, irmão de Zeca.

A casa de Dona Assunção era um endereço conhecido de Murtinho. Desde a década de 50 vivia na rua Costa Marques, rodeada de filhos. E teve uma família profícua: 8 filhos, 29 netos, 20 bisnetos e uma tataraneta.

O corpo de Assunção vai descansar na mesma tumba em que desde 1989 jaz o marido, Orcírio dos Santos, no cemitério municipal de Porto Murtinho.

Jornal Midiamax