Geral

Ladarenses agradecem bênçãos com homenagens à padroeira

A Igreja de Nossa Senhora dos Remédios se encheu de fiéis que desejavam, acima de tudo, louvar a padroeira de Ladário neste domingo, 24 de outubro, e agradecer pelas bênçãos e graças alcançadas. “Quem não honra a mãe, despreza o filho, essa foi a mensagem que Nossa Senhora deixou aos seus fiéis, apontou o seminarista […]

Arquivo Publicado em 24/10/2010, às 17h38

None

A Igreja de Nossa Senhora dos Remédios se encheu de fiéis que desejavam, acima de tudo, louvar a padroeira de Ladário neste domingo, 24 de outubro, e agradecer pelas bênçãos e graças alcançadas. “Quem não honra a mãe, despreza o filho, essa foi a mensagem que Nossa Senhora deixou aos seus fiéis, apontou o seminarista Rosalino de Jesus Santos. “Nossa Senhora dos Remédios, vêm anunciar que é preciso honrar ao seu filho Jesus. Através da honra, da devoção e da fé, a padroeira de Ladário vem fortalecer os enfermos, apresentando a fonte de vida e de salvação que é seu filho Jesus Cristo”, enfatizou o seminarista.

De acordo com estimativas da Diocese, somente neste domingo, cerca de 9 mil pessoas passarão pela igreja. “Quem participa desta peregrinação tem o privilégio de chegar bem perto e tocar a imagem de Nossa Senhora dos Remédios, que intercede por quem busca amparo”, lembrou Rosalino.

As comemorações da Padroeira de Ladário ocorreram de 15 a 24 de outubro e reuniram fiéis ladarenses, corumbaenses, das cidades bolivianas da fronteira e de outros Estados, configurando-se num marco de integração dos povos.

O ponto alto da celebração, que precedeu a data festiva à santa, foi no dia 23, quando a imagem de Nossa Senhora dos Remédios deixou a igreja para visitar os enfermos no Posto Central de Saúde e o Hospital Naval de Ladário.

Bênçãos

“Há 32 anos sou devota de Nossa Senhora dos Remédios. Minha história com ela se inicia quando conheci meu marido. Sou de Porto Murtinho e ao conhecê-lo, vim morar em Ladário. Tive a grande graça de me casar na Igreja dela, acredito que por isso meu casamento sempre foi abençoado.

Nos últimos anos, Nossa Senhora dos Remédios tem sido minha grande companheira. Meu esposo faleceu e se não fosse ela me estender as mãos, eu não teria suportado a perda e com certeza já teria partido. Hoje, minha vida é me dedicar à Nossa Senhora dos Remédios, pois sei o quanto ela se dedica a mim”, contou emocionada Alina Braga, 58 anos.

Histórias emocionantes não faltaram. Graças na área de emprego, na família, e até matrimoniais, porém, os enfermos realmente são de sua particularidade e quando se fala em filho doente, não há que se duvidar da graça concedida. “Meu filho sempre foi uma criança doente.

Uma vez ele pegou pneumonia e os médicos o desenganaram, mas eu acreditei e coloquei a vida dele nas mãos de Nossa Senhora dos Remédios e descansei, pois sabia que a Santa dos Enfermos era a única capaz de salvar meu filho. Hoje, ele já se casou e tem até filhos. A forma que encontrei de agradecê-la foi me dedicar à vida católica”, disse Francisca Moreira da Rosa, 50 anos.

Intercessão

O prefeito José Antonio Assad e Faria acompanhou as comemorações em homenagem à santa padroeira neste domingo. “O ano foi de grandes conquistas para o município e quem ganha com isso é a população. Neste dia destinado à Nossa Senhora dos Remédios, padroeira da cidade, é preciso louvar e agradecê-la pela sua intercessão em todos os planos realizados no município. A mensagem que deixo aos ladarenses, é que continuem cultivando essa fé que tem movido a nossa cidade”, disse ao Diário.

Jornal Midiamax