Geral

Helicóptero brasileiro parte para receber refém das Farc

A missão humanitária liderada pela senadora Piedad Córdoba partiu neste domingo, com colaboração do Exército brasileiro, da cidade de Villavicencio para a floresta do sul colombiano para receber o soldado Josué Daniel Calvo, que será liberado pelas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). O grupo partiu em um helicóptero brasileiro às 9h22 (11h22, Brasília), duas […]

Arquivo Publicado em 28/03/2010, às 14h11

None

A missão humanitária liderada pela senadora Piedad Córdoba partiu neste domingo, com colaboração do Exército brasileiro, da cidade de Villavicencio para a floresta do sul colombiano para receber o soldado Josué Daniel Calvo, que será liberado pelas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia).

O grupo partiu em um helicóptero brasileiro às 9h22 (11h22, Brasília), duas horas depois do previsto devido ao mau tempo na área onde a guerrilha entregará o refém.

Antes disso, a senadora disse que a missão planeja retornar a Villavicencio, no centro da Colômbia, depois do meio-dia (14h) já com Calvo em liberdade.

A senadora deixou claro que a libertação do soldado, marcada para hoje, e a do sargento Pablo Emilio Moncayo, prevista para a terça-feira, serão as últimas feitas de forma unilateral pelas Farc.

Assim, a mediadora deu a entender que espera algum sinal do presidente Álvaro Uribe antes que deixe o poder, em 7 de agosto, sobre uma troca de reféns por rebeldes presos.

Uma vez libertados Calvo e Moncayo, a guerrilha passará a ter ainda 22 membros das forças de segurança sequestrados. As Farc dizem que só vão libertá-los se houver troca por rebeldes presos.

Dia anterior

Os dois helicópteros brasileiros, com emblemas da Cruz Vermelha, chegaram às 13h do sábado (15h no horário de Brasília) ao aeroporto de Vanguardia de Villavicencio, a 120 quilômetros de Bogotá.

A senadora agradeceu ao Brasil. “Estamos muito agradecidos ao governo brasileiro pelo apoio absoluto e total dos generais que nos receberam ali”, disse Córdoba, em referência à recepção da missão em São Gabriel da Cacheira, onde chegou nesta sexta-feira.

Também fazem parte do grupo de resgate dois pilotos brasileiros que já participaram de libertações de reféns colombianos em poder das Farc em ocasiões anteriores.

Jornal Midiamax