Geral

Governistas fogem de protestos e encerram sessão em 8 minutos. Manifestantes querem CPI

Neste momento a Assembleia Legislativa continua ocupada por manifestantes que protestam contram o escândalo de propinas no Parque dos Poderes e querem falar com o presidente da casa, Jerson Domingos.

Arquivo Publicado em 28/09/2010, às 12h56

None

Neste momento a Assembleia Legislativa continua ocupada por manifestantes que protestam contram o escândalo de propinas no Parque dos Poderes e querem falar com o presidente da casa, Jerson Domingos.

Neste momento a Assembleia Legislativa continua ocupada por manifestantes que protestam contram o escândalo de propinas no Parque dos Poderes e querem falar com o presidente da casa, Jerson Domingos. Os deputados governistas fugiram do protesto e a sessão foi encerrada com apenas 8 minutos, revoltando a população que lotou o plenário.

Com faixas contra a corrupção, cartazes mostrando o governador André Puccinelli atrás de grades e gritos de ordem como “Fora Puccinelli e Cambada de Ladrão”, os populares continuam na sede do Legislativo e aguardam para falar com o presidente da AL. Assim que Jerson encerrou em oito minutos a sessão, os deputados governistas sumiram do plenário.

O deputado estadual Ary Rigo, primeiro-secretário da Assembleia e pivô do escândalo, que contou ao ex-secretário de governo da prefeitura de Dourados como seria distribuído um “mensalão” entre os três poderes, não apareceu hoje. Ele afirmou em vídeo gravado durante operação da Polícia Federal que “devolvia” R$ 2 milhões por mês para o governador André Puccinelli em dinheiro.

CPI já e afastamento dos envolvidos

Os oposicionistas continuam conversando com os manifestantes e tentam articular o encontro com a Mesa Diretora. A intenção, segundo coordenadores do protesto, é entregar um documento pedindo instalação imediata de uma CPI e afastamento de todos os envolvidos no escândalo de corrupção.

Representantes de diversas entidades de classe, entidades civis organizadas e estudantes prometem continuar ocupando as sessões na Assembléia Legislativa até conseguirem respostas satisfatórias.

Jornal Midiamax