Geral

“Flash mob” chama a atenção de freqüentadores do Shopping

Enquanto algumas pessoas se reunem no shopping para fazer compras, passear ou mesmo só ir assistir um filme no cinema, um grupo decidiu usal o local para um “flash mob”. Flash mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar uma ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se […]

Arquivo Publicado em 11/07/2010, às 00h00

None

Enquanto algumas pessoas se reunem no shopping para fazer compras, passear ou mesmo só ir assistir um filme no cinema, um grupo decidiu usal o local para um “flash mob”.

Flash mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar uma ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram.

De acordo com informações dos adeptos, a expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social.

E hoje, um shopping da Capital foi palco da criatividade de 86 jovens que se reuniram em volta do chafariz da praça central e fizeram o que eles chamam de “freeze”. Ou congelar.

Segundo o universitário Eduardo Schley (21) a mobilização foi toda feita pela internet por meio de troca de mensagens no MSN e também pelo Twitter. “Conversamos durante a semana por msn e também enviamos e-mails a alguns participantes que temos cadastrados”.

O ato de hoje no shopping não teve um objetivo direto, mas o flash mob pode sim ser usado para isso. “ A intenção é chamar a atenção, esse de hoje foi sem cunho político ou social, mas imagine 86 pessoas paradas por três minutos, em posições diferentes e de repente se dispersar?”, supõe.

O editor de mídia Juba Tomassini também participa de flash mobs e considera um momento de descontração. “Hoje no shopping rolou em dois lugares, fizemos de maneira organizada e foi muito interessante”, destacou. Além da praça central, eles também ‘se congelaram’ em um supermercado do local.

Schley explicou que apesar do ato de hoje não ter nenhum objetivo maior, os flash mobs podem ser utilizados para apoiar causas sociais e ambientais. “É uma maneira diferente de chamar a atenção das pessoas, então podemos sim abraçar uma causa social ou ambiental como já aconteceu em várias partes do mundo”.

Jornal Midiamax